São Paulo Rodovias de SP terão 649 novos radares; veja regiões onde serão instalados

Rodovias de SP terão 649 novos radares; veja regiões onde serão instalados

Novos equipamentos devem operar a partir do primeiro semestre de 2024; investimento previsto é de R$ 196,8 milhões

Agência Estado
Radares podem denunciar carros furtados ou irregulares

Radares podem denunciar carros furtados ou irregulares

Edu Garcia/R7 - 13/1/2023

A fiscalização de velocidade nas rodovias paulistas vai aumentar. O Governo de São Paulo abriu licitação para a instalação de 649 novos radares nos principais eixos rodoviários, com tecnologia para ler as placas de veículos. Atualmente, a fiscalização é feita apenas com radares usados nas viaturas pela Polícia Militar Rodoviária.

Os radares podem denunciar veículos furtados ou com irregularidades no registro. Os novos equipamentos devem operar a partir do primeiro semestre de 2024.

As rodovias têm mais de mais de 600 pontos de medição de velocidade em estradas de todas as regiões do estado, mas os radares fixos não estão em operação. Os equipamentos antigos serão retirados. Segundo o policiamento rodoviário, 50% das multas aplicada em rodovias são por excesso de velocidade.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem), vinculado à Semil (Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística), publicou no último sábado (25) o edital de licitação para a contratação dos serviços de fiscalização do controle de velocidade nas rodovias estaduais sob sua gestão. A malha operada pelo DER é de 16 mil quilômetros de rodovias pavimentadas, sendo 5.300 com pista dupla. O investimento previsto é de R$ 196,8 milhões.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Em muitas estradas, os radares fixos não estavam operando por falta de contrato. Na rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), na região de Piracicaba, por exemplo, os equipamentos foram desligados em 2020, após o fim do contrato com a empresa que operava o serviço. Continuou sendo feita apenas a fiscalização direta da Polícia Militar Rodoviária, com o uso de radares de mão.

Conforme dados do policiamento rodoviário, só no feriado prolongado de 7 de setembro foram aplicadas 27 mil multas por excesso de velocidade nas estradas paulistas. O valor da multa é de R$ 130,16 quando o limite é ultrapassado em até 20%; de R$ 195,23 quando o limite é superado de 20% a 50%; e de R$ 880,41 acima de 50% do limite.

De acordo com a pasta, a instalação dos radares vai acontecer em pontos críticos definidos pelo DER, nas 14 regionais do órgão em todo o estado. Veja a quantidade por região:

− região metropolitana de São Paulo: 124 equipamentos;

− Campinas: 85;

− Itapetininga: 49;

− Bauru: 29;

− Araraquara: 15;

− Cubatão: 43;

− Taubaté: 66;

− Assis: 34;

− Ribeirão Preto: 30;

− São José do Rio Preto: 34;

− Araçatuba: 14;

− Presidente Prudente: 43;

− Rio Claro: 61;

− Barretos: 22.

Os novos equipamentos terão tecnologia OCR (reconhecimento óptico de caracteres) para fazer a leitura automática das placas de veículos. Assim, além de fiscalizar a velocidade, os radares farão a contagem de veículos e transmitirão informações em tempo real para o DER, facilitando eventuais intervenções para a organização do fluxo.

As propostas e a documentação das empresas interessadas em participar da licitação serão recebidas até as 10h do dia 8 de janeiro de 2024. A abertura dos envelopes acontecerá assim que o prazo se encerrar.

Confira onde estão os sete radares que mais multam em SP

Últimas