São Paulo Saiba quais são as melhores rodovias do Brasil

Saiba quais são as melhores rodovias do Brasil

Estudo feito pela CNT (Confederação Nacional de Transportes) indicou dominância das estradas paulistas no topo do ranking

  • São Paulo | Do R7

RJ-124 foi eleita a melhor estrada da lista

RJ-124 foi eleita a melhor estrada da lista

Reprodução Site/Rodovia dos Lagos

A rodovia RJ-124, que liga as cidades de Rio Bonito e São Pedro da Aldeia, no estado do Rio de Janeiro, foi eleita a melhor rodovia do país no ranking da CNT (Confederação Nacional de Transportes), divulgado na última quarta-feira (29). A pesquisa CNT de Rodovias 2023 fez um balanço anual do estado das estradas do país entre federais e estaduais, públicas ou concedidas.

De acordo com a confederação, as sete melhores rodovias do país estão concentradas em São Paulo, com exceção de três estradas que ficam em Goiás, Rio de Janeiro e Tocantins.

Apesar do domínio paulista no ranking, é uma rodovia fluminense que foi eleita a melhor do Brasil. De jurisdição estadual, a rodovia RJ-124, que tem 57 quilômetros, é concedida à administração privada.

Após a RJ-124, aparecem no ranking (em ordem) a SP-270 (Presidente Epitácio — Ourinhos), SP-225 (Itirapina — Santa Cruz do Rio Prado), BR-153 (Aliança do Tocantins — Talismã), SP-463 (Ouroeste — Clementina), SP-320 (Rubineia — Mirassol) e a BR-080 (Vila Propício — Padre Bernardo).

Dentro da lista das sete melhores estradas, as quatro primeiras são concedidas, enquanto as últimas três são administradas pelo poder público.

Arte/R7

Para a elaboração do estudo foram levados em consideração quatro pontos essenciais: o pavimento da rodovia, a sinalização presente na estrada, a geometria da via e os pontos críticos do local.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Segundo a CNT, no total foram avaliados 111.502 quilômetros de rodovias — distância suficiente para dar duas voltas e meia na Terra. As estradas federais e concedidas foram 100% cobertas.

Ainda de acordo com a confederação, o Brasil possui 31,4 km de estradas para cada 1.000 km², ficando atrás de Argentina (42,3 km em cada 1.000 km²), Rússia (54,3 km em cada 1.000 km²), EUA (437,8 km em cada 1.000 km²) e China (447 km em cada 1.000 km²).

Em sua totalidade, o Brasil possui pouco mais de 2 milhões de quilômetros de malha rodoviária, das quais 78,5% (1.720.909 km) não são pavimentados, 12,4% (213.500 km) possuem pavimentação e apenas 9,1% (157.309 km) são planejadas.

De acordo com a CNT, entre 2012 e 2022, a malha federal pavimentada aumentou 2,5%, enquanto a frota de veículos teve um crescimento de 51,2% no mesmo período.

Confira onde estão os sete radares que mais multaram em SP no último ano

Últimas