São Paulo São Paulo terá distribuição de absorventes em escolas municipais

São Paulo terá distribuição de absorventes em escolas municipais

Ação é focada nas meninas em vulnerabilidade social. Lenços, desodorante e creme dental também estarão na cesta de higiene

  • São Paulo | Nayara Paiva*, da Agência Record

Escolas municipais de SP distribuirão absorventes para as estudantes

Escolas municipais de SP distribuirão absorventes para as estudantes

Pixabay - 12.07.2021

A prefeitura de São Paulo sancionou nesta segunda-feira (12) uma lei que garante a distribuição de absorventes a estudantes da rede municipal com o objetivo de evitar que meninas em situação de vulnerabilidade social faltem às aulas.

Os itens de higiene serão adquiridos pelas escolas, por meio do PTRF (Programa de Transferência de Recursos Financeiros). A Seduc-SP (Secretaria Estadual da Educação) também irá repassar 500 mil absorventes para a rede municipal, de uma doação feita pela empresa Procter & Gamble.

"Ver estudantes que precisam utilizar papelão, miolo de pão, como ouvimos quando conversamos nas escolas, ou pior ainda, ver que essas meninas nem vão mais para a escola, ou se vão, passam a sofrer bullying, trazendo muito mais transtornos. Não sabemos o tanto que essas pessoas estão sofrendo, mas sabemos o passo importante que estamos dando", afirmou o secretário estadual da educação, Rossieli Soares.

Segundo estudos recentes da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), uma em cada quatro estudantes do ensino fundamental falta às aulas durante o período menstrual no Brasil por não ter dinheiro para comprar absorventes. Atualmente, a Secretaria Municipal de Educação possui cerca de 100 mil estudantes em idade menstrual matriculadas na rede.

Além dos absorventes descartáveis externos e internos, a cesta de itens de higiene poderá conter produtos como lenço umedecido, desodorante sem perfume, escova de dente, creme dental, fio dental e sabonete para uso dos estudantes, sempre que precisarem. As escolas também poderão estimular a oferta de absorventes reutilizáveis. Esta cesta de itens será mantida abastecida para que não faltem insumos para o uso das estudantes.

Juntamente com a disponibilização dos produtos, as escolas devem promover rodas de conversas ou outras formas de diálogo para conscientização das estudantes acerca dos cuidados com a própria saúde e de questões envolvendo o período menstrual, além da importância de não faltar à escola durante esses dias.

*Sob supervisão de Letícia Dauer

Últimas