São Paulo SP: A cada 5 dias, acidentes atingem 4 postes e deixam 3.400 sem luz

SP: A cada 5 dias, acidentes atingem 4 postes e deixam 3.400 sem luz

Cada batida deixou, em média, 851,8 clientes da Enel sem energia por tempo médio de 4h23min em 2020 na capital

Entre janeiro e março de 2021, a distribuidora registrou 130 ocorrências

Entre janeiro e março de 2021, a distribuidora registrou 130 ocorrências

Fotoarena/Folhapress

A cada cinco dias, quatro postes de energia são atingidos em acidentes de trânsito na cidade de São Paulo, de acordo com levantamento da Enel Distribuição SP, que atua na capital e em outros 23 municípios da região metropolitana.

Considerando todas as cidades atendidas, o estudo aponta uma queda de 5,5% no número de batidas contra postes de luz em 2020. Foram 472 acidentes, uma média de 1,3 por dia. Em 2019, houve 498 ocorrências. 

De acordo com a empresa, o isolamento social provocado pela pandemia e a consequente redução do número de carros em circulação contribuiu para reduzir o número de ocorrências.

Cada batida deixou, em média, 851,8 clientes da Enel sem energia por um tempo médio de 4h23min em 2020, segundo a pesquisa.

Entre janeiro e março desde ano, no entanto, a distribuidora registrou 130 ocorrências. O número representa um crescimento de 10,1% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram registrados 110.

Ranking por cidade


A capital paulista lidera o ranking de colisões. Foram 291 choques contra postes em 2020, uma média é de 0,8 por dia, ou quatro postes atingidos a cada cinco dias. O total representa uma queda de 4,3% em relação aos 304 casos de 2019. 

Em seguida, estão empatadas as cidades de São Bernardo do Campo e Santo André, na Grande SP, com apenas 20 registros cada.

São Bernardo do Campo, contudo, teve aumento de 33,3% nas batidas na comparação com 2019. No mesmo período Santo André teve um recuo de 9,1%. Osasco, com 18 ocorrências, teve aumento de 80% e Mauá, com 16, completam a lista dos cinco municípios com o maior número de casos em 2020.

Na comparação com os dados de 2019, cada colisão de poste interrompia, na média, o fornecimento de energia para 877,1 consumidores por um tempo médio de 5h03min. Uma redução de 2,88% no número de clientes impactados por ocorrência e uma diminuição de 13% no tempo médio de interrupção no fornecimento de energia.

Últimas