São Paulo SP apura denúncia de estudantes de medicina que tomaram 3ª dose

SP apura denúncia de estudantes de medicina que tomaram 3ª dose

Dois alunos da Universidade 9 de Julho teriam se imunizado pela 3ª vez contra a covid. Secretária de saúde abriu procedimento interno

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

'Caso seja constatada infração, serão adotadas devidas providências', escreveu a prefeitura

'Caso seja constatada infração, serão adotadas devidas providências', escreveu a prefeitura

EFE/Arquivo

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo está apurando uma denúncia de que dois estudantes de Medicina da Universidade 9 de Julho tomaram três doses da vacina contra a covid-19 na capital paulista.

Segundo a pasta, o procedimento interno foi aberto há cerca duas semanas.

Os estudantes atuavam como estagiários e já tinham tomado as duas doses da vacina como grupo prioritário, quando então receberam uma terceira dose.

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (7), o prefeito Ricardo Nunes se posicionou sobre o caso. "Recebemos a denúncia, mas não temos confirmação ainda. É inaceitável que alguém possa tomar a terceira dose. Se confirmado for, a prefeitura não medirá esforços para punir as pessoas, inclusive representando no Ministério Público", disse Nunes. Segundo ele, há casos de outros dois médicos que se imunizaram pela terceira vez na capital paulista.

Em nota, a prefeitura de São Paulo informou que “o jurídico da Pasta analisa a denúncia citada pela reportagem. Caso seja constatada alguma infração, serão adotadas as devidas providências”.

Últimas