São Paulo SP atinge meta de 100% do público-alvo adulto vacinado contra covid

SP atinge meta de 100% do público-alvo adulto vacinado contra covid

Segundo a Prefeitura de São Paulo, 8.929.953 pessoas tomaram a primeira dose e outras 318.498 a dose única das vacinas na capital

SP vacinou todo o público estimado da população adulta

SP vacinou todo o público estimado da população adulta

Reprodução/Prefeitura de São Paulo - 15.08.2021

A cidade de São Paulo ultrapassou o índice de público alvo estimado para a vacinação contra a covid-19 da população adulta. Segundo a prefeitura, até às 13h desta terça-feira (17), 8.929.953 pessoas tomaram a primeira dose e outras 318.498 a dose única das vacinas na capital, que representa 100,2% do público estimado.

De acordo com a prefeitura, somente no último fim de semana, foram mais de 500 mil doses aplicadas. No sábado e no domingo aconteceu a "Virada da Vacina Sampa", e durante as 34 horas consecutivas da campanha, jovens de 18 a 21 anos foram se vacinar.

"Foi um marco para a cidade. Entre os desafios globais da vacinação, está justamente convencer as pessoas a compareceram aos postos, o que aqui tem sido feito desde fevereiro, quando as primeiras doses foram aplicadas no município", disse prefeitura.

Na comparação com outras cidades do mundo, a adesão dos paulistanos está, segundo a prefeitura, à frente de Londres (81,2%) e Nova York (62,6%), que deram início à vacinação antiCovid antes inclusive, em dezembro de 2020.

Já em relação com outras capitais brasileiras, a prefeitura paulistana diz que a capital paulista teve mais adesão do que Rio de Janeiro (88,2%), Porto Alegre (82,8%), Salvador (96,5%) e Belo Horizonte (70,7%). O percentual para primeira dose também supera o de países como Israel (64,7%), França (68,9%), Alemanha (63,5%) e Japão (50,1%).

Para o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, o sucesso no número de vacinados foi possível graças "a força, o profissionalismo e o compromisso de milhares de servidores e colaboradores da rede municipal de saúde, tanto dos que trabalham na linha de frente do atendimento aos pacientes com covid-19 e da vacinação, como os que atuam nas diversas áreas da administração, os parceiros das diferentes organizações sociais e diversos outros setores da sociedade que uniram a nós no enfrentamento à pandemia".

Últimas