São Paulo SP entrega 1ª fase da reforma do Hospital do Servidor Público

SP entrega 1ª fase da reforma do Hospital do Servidor Público

Expectativa da prefeitura é que unidade seja exclusiva de funcionários públicos a partir de agosto, com implantação de UPA

Primeira fase da reforma no Hospital do Servidor Público é entregue

Primeira fase da reforma no Hospital do Servidor Público é entregue

Google Street View - 12.05.2021

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) entregou a primeira etapa da reforma geral da infraestrutura do pronto-socorro do HSPM (Hospital do Servidor Público Municipal), no bairro da Aclimação, na região central de São Paulo, nesta quarta-feira (12).

Após a instalação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que está prevista para agosto, o hospital passa a ser exclusivo aos servidores públicos e os demais atendimentos poderão ser feitos na unidade de pronto atendimento.

Mudanças

Além de integrar o PS (Pronto-Socorro) adulto com o infantil, pediatria epsiquiatria, psicologia da infância e adolescência, o projeto prevê a instalação de ar-condicionado central nos centros cirúrgicos, obstétricos, laboratórios e UTIs (Unidade de Terapia Intensiva).

Dos três pavimentos previstos, dois foram entregues nesta quarta-feira (12).

O térreo vai contar com o PS Adulto, equipado com sala de choque para dois atendimentos simultâneos, sala de emergência com dez leitos, recepção de pacientes, duas salas de classificação de risco, três consultórios para atendimento clínico, sala de sutura com consultório da cirurgia adjacente, eletrocardiograma, coleta de sangue, medicação, inalação e áreas de apoio.

O segundo pavimento conta com 30 leitos de retaguarda do PS Adulto, sendo 28 de enfermaria e dois de isolamento. O local também oferece salas de apoio como o posto de enfermagem e de serviço, copa de nutrição, setor administrativo, com secretaria e salas de coordenação médica e de enfermagem, além do NIR (Núcleo Interno de Regulação). 

Na última etapa da obra será entregue o Pronto-Socorro Infantil. As obras também prosseguem no terceiro pavimento, onde funcionará a clínica de pediatria (atendimentos ambulatoriais), atendimento de psiquiatria e psicologia da infância e adolescência, 17 consultórios, sala de procedimentos, de observação e sala de cirurgia infantil, pré-consulta, sala de vacina, de reunião médica, coordenação, guichê de atendimento e recepção e consultório de ginecologia (para jovens menores de 18 anos), entre outros.

O projeto faz parte do Programa Avança Saúde SP, fruto de um acordo da Prefeitura de São Paulo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O investimento foi de mais de R$ 8 milhões.

Últimas