Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

SP: filhos de trabalhadores de áreas essenciais terão vagas em creches

Segundo prefeitura, medida vale para pais ou responsáveis que atuem na saúde, segurança, assistência social e serviço funerário

São Paulo|Do R7


Prefeitura de SP mantém vagas em creches para filhos de trabalhadores de áreas essenciais
Prefeitura de SP mantém vagas em creches para filhos de trabalhadores de áreas essenciais

A Prefeitura de São Paulo anunciou que vai manter abertas as vagas em creches para filhos de trabalhadores de áreas essenciais ao enfrentamento da covid-19 durante o período de recesso das escolas na fase emergencial, que começa nesta segunda-feira (15).

O atendimento será realizado para as crianças de 0 a 3 anos, matriculadas na rede municipal de ensino, cujos pais ou responsáveis atuem nas áreas da saúde, segurança, assistência social e serviço funerário e que não tenham condições de manter os filhos em casa.

No entanto, a criança não será atendida no centro educacional que costuma frequentar. Foram disponibilizadas cinco unidades polo em diferentes regiões da capital. Por isso, há necessidade de deslocamento, caso a família tenha interesse.

Leia também

Após a inscrição, serão analisadas as possibilidades de atendimento de acordo com os endereços indicados. Caberá à coordenação da Secretaria Municipal de Educação entrar em contato por telefone ou e-mail. O formulário pode ser acessado no link.

Publicidade

Unidades Polo

- CEI Jardim Monte Azul - DRE Campo Limpo

Publicidade

Endereço: Avenida Tomas de Souza, 874 - Jardim Monte Azul

- CEI Monteiro Lobato - DRE Freguesia/Brasilândia

Publicidade

Endereço: Avenida Dep. Emílio Carlos, 3694 - Vila Nova Cachoeirinha

- CEI Salesiana Domingos Savio - DRE Penha

Endereço: Rua Porto da Folha, 57 - Vila Matilde

- CEI Sonho Nosso - DRE Pirituba/Jaraguá

Endereço: Avenida Menotti Laudísio, 675 - Jardim Cidade Pirituba

- CEI Bem TE VI - DRE Santo Amaro

Endereço: Rua das Bicuíbas, 70 - Jabaquara

Recesso Escolar

A partir da próxima quarta-feira (17) um milhão de alunos da rede municipal de São Paulo entram em recesso escolar. As férias seriam no mês de julho, mas foram antecipadas para tentar conter o avanço da covid-19.

Nesta segunda (15) e terça-feira (16), as escolas ficam abertas para orientação das famílias e entrega da merenda. Quem puder, já não precisa enviar os alunos para a aula presencial.

A recomendação é para que todas as atividades nas escolas sejam reduzidas ao mínimo necessário. As aulas presenciais serão retomadas no dia 5 de abril, após o feriado da Páscoa.

Durante o período de recesso, as unidades escolares vão funcionar em horário reduzido, das 10 às 16h, com rodízio entre os funcionários e mães guardiãs.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.