São Paulo SP: homem é preso com luvas e máscaras desviadas de hospital

SP: homem é preso com luvas e máscaras desviadas de hospital

Segundo a GCM, o material de segurança foi furtado do Hospital Hospital Municipal Quarteirão da Saúde, em Diadema, na sexta (30)

  • São Paulo | Rafael Custódio, da Agência Record

Materiais foram desviados do Hospital Municipal de Diadema

Materiais foram desviados do Hospital Municipal de Diadema

Reprodução/ Google Street View

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante e centenas de caixas de luvas e máscaras desviadas foram apreendidas, em Diadema, na região metropolitana de São Paulo, na noite desta sexta-feira (30).

Uma equipe da guarda recebeu denúncia e abordou o suspeito dentro de seu veículo. Com ele, os agentes encontraram oito caixas de luvas. Questionado, o suspeito informou que trabalha no setor administrativo do Hospital Municipal Quarteirão da Saúde e estava desviando os objetos.

No imóvel dele, foram encontrados 107 caixas de luvas, 75 caixas de máscaras, dois
pacotes contendo aventais cirúrgicos e um litro de desinfetante. O material, avaliado em cerca de R$ 20 mil, foi apreendido para perícia.

O preso foi indiciado por peculato. O caso foi registrado pelo 3º DP de Diadema.

A prefeitura de Diadema informou que o flagrante faz parte de uma investigação prévia, iniciada pela gestão da Saúde, ao perceber diferenças no estoque do serviço. Como houve flagrante, além do inquérito policial, será instaurado também processo administrativo junto à Comissão Processante Permanente, para exinerar o servidor

Em nota, a prefeitura afirma ainda que "repudia, de forma contundente, a conduta do profissional e considera gravíssima". O texto afirma que "além da falta de ética, o ato ainda configura crime contra a saúde pública e demonstra total falta de respeito e empatia com os colegas e pacientes, uma vez que estamos em período pandêmico e os itens são considerados fundamentais para garantir a segurança/proteção das equipes que atuam na linha de frente do enfrentamento à Covid-19 e outras doenças".

Denúncias podem ser feitas pela Ouvidoria da Saúde, pelo telefone (11) 4057-7000 ou pelo e-mail ouvidoriadasaude@diadema.sp.gov.br.

Últimas