São Paulo SP: Metroviários voltam a protestar contra o fechamento de bilheterias

SP: Metroviários voltam a protestar contra o fechamento de bilheterias

Categoria diz que a medida anunciada pelo governo do estado vai gerar a demissão de mais de 800 funcionários

  • São Paulo | Do R7 e Mariana Rosetti, da Agência Record

Governo de São Paulo diz que funcionários das bilheterias serão remanejados

Governo de São Paulo diz que funcionários das bilheterias serão remanejados

Reprodução/ Twitter

Funcionários do Metrô e terceirizados realizaram uma manifestação na tarde desta sexta-feira (15) contra a decisão do governo estadual de São Paulo de fechar as bilheterias da maioria das estações da rede de transporte. O grupo já havia se reunido para protestar há uma semana.

O protesto aconteceu na estação de Metrô Tauapé, na zona leste da cidade, que pertence à Linha 03-Vermelha. A manifestação foi convocada pelo Sindicato dos Metroviários, a empresa Multiserv e Progrida, que alegam que o fechamento das bilheterias pode causar as demissões de mais de 800 funcionários.

O governo iniciou na sexta-feira passada (8) o fechamento gradual das bilheterias de estações do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O processo deve ser encerrado no fim deste ano. 

O governo afirma que o objetivo do fechamento das bilheterias é simplificar a rotina dos usuários e economizar R$ 100 milhões anuais. A gestão Doria também afirmou que a mudança não vai causar demissões e que os funcionários serão remanejados.

Últimas