São Paulo SP: mulher que sobreviveu a salto de rope jumping está em estado grave

SP: mulher que sobreviveu a salto de rope jumping está em estado grave

Dois rapazes de 20 anos morreram e tiveram seus corpos sepultados na tarde deste domingo (30). Causa do acidente ainda é desconhecida

  • São Paulo | Do R7

A mulher que sobreviveu após pular de rope jumping de um prédio em São Bernardo do Campo, na tarde de sábado (28), está internada em estado grave no Hospital Mário Covas, em Santo André, na Grande São Paulo, informou a Secretaria Estadual de Saúde neste domingo (29).

Rua em que aconteceu o acidente

Rua em que aconteceu o acidente

Reprodução/ Google Street View

Yasmim Silveira foi a única sobrevivente do acidente, que provocou a morte de Igor Silveira Cruz, de 20 anos, e de Willian Luz Frei da Silva, de 20 anos. Os corpos dos dois foram sepultados neste domingo (30).

Ainda não se sabe se a corda usada no salto se rompeu ou se as vítimas acabaram colidindo contra um dos prédios quando pularam. 

Diferentemente do bungee jumping, o rope jumping é feito com cordas de rapel geralmente da cobertura de prédios abandonados, o que torna a pratica mais perigosa. Sem as cordas elásticas, o participante se torna um pêndulo humano.

Últimas