São Paulo SP: PMs são flagrados agredindo homem com pedaço de madeira 

SP: PMs são flagrados agredindo homem com pedaço de madeira 

Vídeo mostra oficial segurando a vítima enquanto outro dá diversos golpes. Prisão preventiva dos agentes foi solicitada

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Enquanto um PM segura a vítima, outro agride com pedaço de madeira

Enquanto um PM segura a vítima, outro agride com pedaço de madeira

Divulgação/ Agência Record

Três policiais militares foram flagrados enquanto agrediam um homem em Guariba, no interior de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira (1). Vizinhos conseguiram gravar o momento das agressões. A Polícia Militar informou que pediu a prisão preventiva dos três e instaurou IPM (Inquérito Policial-Militar) sobre o caso.

No vídeo, em um primeiro momento, a vítima é imobilizada por um PM, enquanto outro dá inúmeros golpes com um pedaço de madeira.

Durante a ação, os oficiais ainda gritaram e ameaçaram moradores que presenciavam a cena: "se alguém sair aí, você senta no pau.” Em seguida, um policial joga a bicicleta, que seria da vítima, em uma fogueira.

A delegacia de Guariba afirmou que até o momento não foi registrado boletim de ocorrência referente à agressão. A prefeitura do município disse que desconhece o caso.

Nota da Polícia Militar

Em nota, a PM afirma o seguinte:

A Polícia Militar, em nome da transparência, torna pública as imagens de uma agressão policial ocorrida na cidade Guariba, nesta noite/madrugada  (1).

Imediatamente, o Comando local iniciou diligências para apuração das agressões mostradas no vídeo para, dessa forma, tomar as medidas jurídicas penal-militares pertinentes. A vítima foi localizada e está colaborando com as apurações. 

O Comando da região instaurou IPM ( Inquérito Policial-Militar ) e, de forma cautelar, solicitará ao TJM a prisão preventiva dos PMs, sob fulcro da manutenção da Justiça e da Disciplina.

A Polícia Militar repudia tais atos e reafirma o seu compromisso de proteger as pessoas, combater o crime e respeitar as leis, sendo implacável contra pontuais desvios de conduta.

Últimas