São Paulo SP: suspeitos que fingiam vender doces em passarela do Metrô são presos por tráfico de drogas

SP: suspeitos que fingiam vender doces em passarela do Metrô são presos por tráfico de drogas

Pelo menos seis pessoas participam da quadrilha, que é monitorada pela inteligência da Polícia Civil há cerca de três meses

  • São Paulo | Geovanna Hora, da Agência Record

Resumindo a Notícia
  • Três homens foram presos pela Polícia Civil durante operação de combate ao tráfico de drogas.

  • Porções de maconha e cocaína eram escondidas entre as balas.

  • A comercialização de drogas ocorria em passarela que liga dois shoppings a estação de Metrô.

A venda de drogas ocorria na passarela que liga dois shoppings à estação Tatuapé

A venda de drogas ocorria na passarela que liga dois shoppings à estação Tatuapé

Reprodução/Google Street View

Três homens foram presos durante operação de combate ao tráfico de drogas na passarela da estação Tatuapé do Metrô, na zona leste de São Paulo. As prisões aconteceram entre segunda-feira (17) e esta quarta-feira (19).

De acordo com o delegado Milton Burgese de Oliveira, da Cerco (Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas) da 5ª Delegacia Seccional de Polícia, pelo menos seis pessoas fazem parte da quadrilha.

Os suspeitos fingiam ser vendedores de doces para comercializar drogas na passarela que liga dois shoppings à estação Tatuapé, das linhas 11-Coral e 12-Safira, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), e 3-Vermelha, do Metrô.

Eles escondiam as porções de maconha e cocaína entre as embalagens de bala para não chamar atenção. Oliveira conta que os suspeitos sabiam exatamente a quais pessoas deveriam oferecer as drogas e já eram conhecidos pelos usuários de drogas da região.

O grupo foi localizado pelo setor de inteligência da Polícia Civil e é acompanhado há cerca de três meses. Nesse período, os policiais conseguiram registrar diversas imagens que ajudaram a comprovar o crime e identificá-los.

Segundo o delegado, um dos homens foi preso em flagrante na segunda-feira. Já nesta quarta-feira, as equipes foram às ruas para cumprir seis mandados de prisão e nove de busca e apreensão. Outros dois homens foram detidos.

Alguns dos membros do grupo já têm antecedentes criminais. Os presos serão indiciados por tráfico de drogas e associação criminosa, de acordo com a Polícia Civil.

Questionado, o Metrô não respondeu à reportagem até a publicação desta matéria.

Últimas