São Paulo SP: suspeitos são detidos após sequestrarem e roubarem idoso

SP: suspeitos são detidos após sequestrarem e roubarem idoso

Grupo pegou o celular da vítima, de 68 anos, e conseguiu realizar transferências no total de R$ 5.300, além de roubar outros itens

  • São Paulo | Rodrigo Balbino, da Agência Record

Grupo sequestrou o idoso no km 26 da rodovia Raposo Tavares

Grupo sequestrou o idoso no km 26 da rodovia Raposo Tavares

Google Street View - 24.09.2021

Dois suspeitos foram detidos e um conseguiu fugir após sequestrarem e roubarem um idoso, de 68 anos, no km 26 da rodovia Raposo Tavares, na região da Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo, na noite desta quinta-feira (23).

De acordo com informações da Polícia Militar, o idoso teve seu carro fechado pelo grupo criminoso, que em seguida o rendeu. A vítima foi levada para uma comunidade do Jardim Arpoador, zona Oeste de São Paulo.

Os suspeitos pegaram o celular do idoso e conseguiram realizar transferências no total de R$ 5.300, além de roubarem um celular Iphone XR, um relógio, uma mala com notebook e um Ipad. O grupo também levou o veículo da vítima, uma HRV, que posteriormente foi localizada pela polícia.

Após moradores da comunidade para onde a vítima foi levada ouvirem seus gritos, a PM foi acionada. Equipes do 16° Batalhão de Polícia Militar foram até o local e encontraram um suspeito, porém nada de ilícito foi encontrado. No entanto, os policias ouviram vozes vindas de um barraco.

Na sequência, dois homens saíram correndo do imóvel e um deles atirou contra os policiais. Este conseguiu fugir. Outro suspeito foi detido e com ele foi localizado um revólver calibre 38 com cinco munições intactas e a numeração raspada. Ele informou o imóvel onde a vítima estava. Os policiais foram até o local e conseguiram libertar o idoso.

Dois suspeitos foram detidos e o terceiro, que atirou contra os policiais, conseguiu fugir e até o momento não foi localizado.

O carro da vítima foi localizado na avenida Guilherme Fongaro, no Jardim Ipê, zona Oeste de São Paulo. O caso foi registrado no 89° Distrito Policial, do Portal do Morumbi.

Últimas