São Paulo SP tem queda de homicídios, mas roubos e latrocínios crescem

SP tem queda de homicídios, mas roubos e latrocínios crescem

Estatísticas da criminalidade de setembro divulgadas nesta segunda também indicam aumento de 39,7% em furtos no estado

  • São Paulo | Do R7

SP tem queda de homicídios, mas roubos crescem

SP tem queda de homicídios, mas roubos crescem

Divulgação/PMESP

O Estado de São Paulo registrou queda de homicídios, mas aumento de outros crimes relacionados ao patrimônio, como roubos, furtos e latrocínios (roubos seguidos de morte). É o que mostram as estatísticas da criminalidade de setembro divulgadas nesta segunda-feira (25) pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. 

Os homicídios dolosos (com intenção de matar) caíram 5% – de 238 casos, em setembro do ano passado, para 226 casos, no mesmo mês neste ano. 

Já os crimes relacionados a bens cresceram novamente, acompanhando a tendência já verificada em agosto. O maior aumento percentual foi do número de furtos, que cresceu 39,74%. Foram 42.722 boletins de ocorrência – haviam sido 30.571 no mesmo período do ano passado. 

Trata-se de um dos índices com maior variação no mês, no estado, seguindo caminho semelhante ao dos casos de roubo, que cresceram 27,15% – de 15.225 ocorrências para 19.359. Roubos diferem de furtos pelo emprego de violência.

Já os roubos a banco, que nos últimos meses vêm ganhando destaque, permaneceram estáveis. Apenas um caso foi registado em setembro do ano passado e, novamente, um caso ocorreu em setembro de 2021.

Também avançam os crimes de latrocínio, que cresceram de 15 casos para 22 – aumento de 46%.

Últimas