São Paulo Surto de gripe faz moradores do Taboão da Serra lotarem UPA

Surto de gripe faz moradores do Taboão da Serra lotarem UPA

Atendimentos em Pronto Socorro Municipal e Infantil registraram aumento de 100% devido aos surtos de gripe H3N2 

  • São Paulo | Adriana Victorino, da Agência Record

UPA Akira Tada, no Taboão da Serra, tem superlotação e elevado tempo de espera

UPA Akira Tada, no Taboão da Serra, tem superlotação e elevado tempo de espera

Reprodução Google Street View

Moradores de Taboão da Serra enfrentam superlotação e elevado tempo de espera para receber atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada, em Taboão da Serra, Região Metropolitana de São Paulo. Pacientes relatam espera de cerca de 10 horas na unidade, localizada na Estrada São Francisco, no bairro Jardim Helena.

Jenifer Martins Pedroso, de 23 anos, chegou à UPA Akira Tada às 20h desta terça-feira (21) com sintomas de febre e falta de ar. A mãe da jovem, Janaína Martins, conta que ela foi atendida apenas às 4h30 desta quarta-feira (22), quando fez um raio-x e recebeu o medicamento.

Moradores enfrentam longa espera para serem atendidos em Taboão da Serra

Moradores enfrentam longa espera para serem atendidos em Taboão da Serra

Reprodução

Segundo a mãe, Jenifer não fez testes para identificação de qualquer tipo de vírus e recebeu atestado de 7 dias, com diagnóstico de infecção aguda nas vias aéreas. Imagens compartilhadas por elas mostram pessoas sentadas no chão à espera de atendimento.

De acordo com a prefeitura de Taboão da Serra, os atendimentos da UPA, do Pronto Socorro Municipal (PSM Antena) e do Pronto Socorro Infantil registraram um aumento de 100% nos atendimentos, devido aos surtos de gripe H3N2 e vírus respiratório (VSR), que atinge crianças, podendo gerar bronquiolite.

Segundo o órgão, a unidade possui quatro clínicos durante o dia e três a noite. Com o aumento dos atendimentos, a UPA colocou apenas mais um clínico no período diurno.

Por meio de nota, a prefeitura informou que os vírus normalmente são causadores de surtos nos meses frios, mas a pandemia de Covid-19 afetou o comportamento das pessoas e, consequentemente, o período do aumento do número de casos. No caso do VSR, a administração municipal disse que a volta às aulas contribuiu para a disseminação desse vírus entre as crianças.

"O Pronto Socorro Infantil registrou aumento na demanda de atendimento há cerca de três semanas, e nos últimos dias, tanto a UPA Akira Tada, quanto o PSM Antena, também ocorreu o aumento da demanda, dobrando o número de atendimentos.

Com supervisão de Mariana Rosetti, da Agência Record

Últimas