São Paulo Suspeito de participar de roubo a banco no Paraguai é preso em SP

Suspeito de participar de roubo a banco no Paraguai é preso em SP

Charles Batista, de 44 anos, participou de assalto milionário em Ciudad del Leste, em 2017, e em roubo em Santos, em 2016

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Charles Feliciano Batista é preso na zona leste de São Paulo

Charles Feliciano Batista é preso na zona leste de São Paulo

Reprodução Record TV

Um dos suspeitos de participar do maior assalto a banco do Paraguai foi preso na quarta-feira (3) na zona leste de São Paulo. Charles Feliciano Batista é acusado de fazer parte de uma grupo especializada em assaltos a bancos e que atacou de uma forma cinematográfica uma empresa de valores no país vizinho.

Charles Batista, de 44 anos, foi abordado por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), não usava disfarce, mas portava um documento de identidade falsa. Ele é procurado desde 2007 com dois mandados de prisão em aberto.

No assalto milionário a empresa de valores em Ciudad del Leste, no Paraguai, em 2017, 50 homens destruíram a instituição bancária, 15 pessoas foram presas e três suspeitos morreram e um policial. Na época, estima-se que o grupo conseguiu levar quase 12 milhões de dólares, o que equivale a R$ 40 milhões. 

Charles Batista é acusado de participação no maior assalto milionário a banco em 2016, em Santos. Ele deve responde na Justiça a pelo menis sete processos e constava na lista de foragidos do Ministério da Justiça. O delegado Pedro Ivo dos Santos comentou sobre a dificuldade em prender suspeitos com o perfil de Charles. "Sujeitos ariscos que qualquer coisa que sentem a presença da polícia."

Últimas