Taxistas de SP vão homenagear Gugu com adesivo nos carros

"Táxi do Gugu" será lembrado em imagem que será usada nos veículos e terá ainda a frase "Homenagem da família taxista ao eterno Gugu Liberato" 

Adesivo que será usado por taxistas em homenagem a Gugu

Adesivo que será usado por taxistas em homenagem a Gugu

Divulgação

Taxistas de São Paulo farão uma homenagem ao apresentador Gugu Liberato, que morreu na última semana, e vão usar um adesivo lembrando o quadro "Táxi do Gugu", uma de suas atrações de sucesso.

A iniciativa é de um grupo que conta com cerca de 300 taxistas e combinou pelas redes sociais a homenagem. Eles vão se reunir na noite de quarta-feira (27) na praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, tradicional ponto de saída de carreatas da categoria, e farão um cortejo.

No local, os participantes receberão uma cruz, que será usada na lataria dos veículos, e um adesivo com a imagem do apresentador e as frases "Homenagem da família taxista ao eterno Gugu Liberato" e "Deixará saudade".

Segundo o vereador Adilson Amadeu (DEM), que é ligado à categoria e coordenou a organização da homenagem, as conversas com os taxistas começaram já no dia da morte do apresentador. "A comoção pela morte do nosso querido Augusto Liberato nos dá uma vaga dimensão de sua grandeza. Vários táxis já estão estampados em sinal de luto e de reconhecimento.  O 'Táxi do Gugu' marcou época e ficará para sempre lembrado na memória dos brasileiros", diz

Trajetória

Antônio Augusto Moraes Liberato nasceu em São Paulo e se consagrou um dos apresentadores mais celebrados da televisão brasileira. Começou a carreira no SBT, ainda adolescente, trabalhando na produção do Domingo no Parque, de Silvio Santos.

Leia mais: História de Gugu Liberato se confunde com a da TV brasileira

O primeiro grande sucesso de auditório na televisão dele foi o Viva a Noite, exibido aos sábados, entre 1982 e 1992. Em 1988, começou a dividir a grade de domingo do SBT com Silvio Santos, no comando de programas como Passa ou Repassa e TV Animal.

Entre 1993 e 2009, Gugu encabeçava no Domingo Legal uma acirrada disputa de audiência com o Domingão do Faustão, da Globo. Simultaneamente, entre 1991 e 1996, ainda apresentou o Sabadão Sertanejo, posteriormente substituído pelo Sabadão (1997 – 2002).

A estreia na Record TV aconteceu em agosto de 2009, no dominical Programa do Gugu (exibido até junho de 2013). Um dos destaques foi o quadro Escolinha do Gugu, inspirado na Escolinha do Professor Raimundo.  O humorístico resgatou personagens clássicos, além de novos atores no elenco. 

Em fevereiro de 2015, ele voltou ao ar na emissora, desta vez às quartas-feiras, no Gugu. A atração ficou no ar até 2017.

Em 2018, o apresentador assumiu como titular do Power Couple Brasil e comandou a estreia do Canta Comigo.  A segunda temporada ainda está no ar na emissora, com final prevista para 4 de dezembro. A atração já foi totalmente gravada.

Além da carreira na TV e inspirado no sucesso dos Menunos, na década de 1980, Gugu lançou os grupos Dominó e Polegar. Ainda na área musical, lançou quatro álbuns: Viva a Música (1986), Gugu (1994), Gugu cantando Com Você (1999) e Gugu Para Crianças (2002).

No cinema, fez participações ao lado de nomes como Xuxa e Os Trapalhões.