São Paulo Traficantes vendem drogas por apps de namoro em SP. Entenda esquema

Traficantes vendem drogas por apps de namoro em SP. Entenda esquema

Entre produtos há três tipos de cocaína, metanfetamina, maconha e materiais como utilizados para consumo dos entorpecentes

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Traficantes usam perfis no app para divulgar produtos e preços

Traficantes usam perfis no app para divulgar produtos e preços

Reprodução/Record TV

Grupos de traficantes vendem drogas através de um sofisticado esquema de comercialização por aplicativos de relacionamento em São Paulo (SP).

Dentro de apps como o Grindr, os perfis divulgam extensos cardápios para possíveis compradores.

Entre os produtos há três tipos de cocaína (Helipa, Colômbia e pura), maconha, metanfetamina e materiais como cachimbos, seringas e agulhas, utilizados para o consumo dos entorpecentes.

Repórteres do núcleo de jornalismo investigativo da Record TV se passaram por interessados para descobrir mais sobre a estratégia dos traficantes nos aplicativos.

As drogas, segundo apurou a reportagem, são fabricadas na comunidade de Heliópolis, na zona sul da capital paulista.

Confira as conversas da reportagem com os traficantes:

Últimas