São Paulo Trânsito se normaliza em SP após protesto travar vias nesta sexta (5)

Trânsito se normaliza em SP após protesto travar vias nesta sexta (5)

Caminhoneiros realizaram manifestação contra medidas de restrição impostas pelo governo estadual por causa da covid-19

Caminhoneiros fizeram protesto nesta sexta-feira (5)

Caminhoneiros fizeram protesto nesta sexta-feira (5)

Reprodução/ Marcelo Gonçalves/Folhapress/05.03.2021

Após uma manhã com manifestações de caminhoneiros que intensificaram o congestionamento na capital paulista, sobretudo na marginal Tietê e rodovia Castello Branco, o trânsito volta normalizar na tarde desta sexta-feira (5).

De acordo com a CCR ViaOeste, concessionária que administra a rodovia Castello Branco, o tráfego é normal nas pistas dos dois sentidos. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) também informa que há um quilômetro de lentidão em cada região da cidade, e o centro está com quatro quilômetros de lentidão.

Durante a manhã, caminhoneiros realizaram um protesto. O grupo reivindica o recuo nas novas medidas de restrição impostas pelo governo estadual que coloca todo o Estado de São Paulo na fase vermelha do Plano São Paulo a partir deste sábado (6). Só os serviços considerados essenciais podem funcionar.

Com o protesto, a cidade de São Paulo chegou a registrar 50 quilômetros de congestionamento às 9h30, segundo medição da CET. A manifestação fez com que a prefeitura decidisse pela suspensão do rodízio de veículos na capital paulista, inclusive para caminhões. Também foram liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados.

Um dos pontos bloqueados foi no Complexo Viário Heróis de 32, conhecido como Cebolão, que liga as marginais Tietê e Pinheiros, no sentido Rodovia Castello Branco, na zona oeste. O grupo também fechou as faixas da Marginal sentido Rodovia Castello Branco e permitiu apenas a passagem de ambulâncias e carros de profissionais de saúde.

Últimas