São Paulo Veja 5 perguntas e respostas sobre a SafraPay e turbine seu negócio

Veja 5 perguntas e respostas sobre a SafraPay e turbine seu negócio

Taxas cobradas e bandeiras aceitas são fatores que devem influenciar a opção do empreendedor

Divulgação

A SafraPay, credenciadora do Banco Safra, oferece três modelos de máquinas grátis para pagamentos com cartão voltados para o pequeno e médio empreendedor. As opções variam conforme o perfil do estabelecimento e o volume de vendas. Veja agora 5 perguntas e respostas sobre a SafraPay e turbine seu negócio:

1) Quanto custa a SafraPay?

Diferente de outros concorrentes, a adquirente não cobra pela máquina e nem aluguel para quem vende acima de R$ 2 mil por mês.

2) Quais são as taxas cobradas?

A adquirente não cobra a taxa MDR sobre os pagamentos feitos com cartão de crédito à vista e parcelado, até R$ 50 mil em vendas totais por mês para micro, pequenos e médios empresários. Nas transações em débito, a taxa cobrada é de 1,85%, sendo a mais competitiva do mercado. A sigla Merchant Discount Rate (MDR) significa Taxa de Administração, isto é, uma taxa percentual cobrada pelas adquirentes sobre os empreendedores em cada transação realizada na máquina de cartão, seja ela de débito ou crédito. Desde o início de 2019, a SafraPay não cobra dos lojistas sobre transações no crédito à vista e parcelado. Essa proposta vale para pequenos e médios empresários e é por tempo indeterminado.

3) Como escolher a melhor máquina para o negócio?

Na hora de escolher a maquinha ideal é importante ficar atento aos modelos disponíveis para cada tipo de atividade. Quem trabalha na rua como taxista, por exemplo, geralmente precisa de um modelo que ocupe pouco espaço e tenha uma boa bateria, como a GPRS ou a máquina Sem Bobina. Para os que têm loja física, tem a máquina com Bobina 3G que já vem, inclusive, com a opção de pagamento por aproximação e QR Code. Além do perfil do negócio, o pequeno e médio empreendedor pode escolher a máquina de acordo com o faturamento. A máquina Sem Bobina GPRS atende principalmente estabelecimentos que transacionam a partir de R$ 2 mil. A Sem Bobina é voltada para quem tem faturamento a partir de R$ 5 mil, e a Com Bobina 3G, a partir de R$ 7 mil. Todos os modelos já acompanham chip de dados e permitem conexão com o Wi-fi. Além disso, os aparelhos dispensam o uso de celulares ou tablet.

4) A SafraPay aceita as principais bandeiras?

Sim e para quem tem CNPJ ativo nas áreas de alimentação e refeição também aceita os vouchers Alelo, Sodexo, Ticket e VR.

5) É possível parcelar as vendas com a SafraPay?

Sim, é possível vender no modo Crédito Parcelado com a SafraPay. As vendas obedecem o limite estipulado pelo emissor do Cartão de Crédito.

Para mais detalhes e informações, acesse: www.safrapay.com.br