São Paulo Vereadores de SP analisam projeto que implanta telemedicina no SUS

Vereadores de SP analisam projeto que implanta telemedicina no SUS

Sansão Pereira (Republicanos), autor do PL já aprovado pela CCJ da Câmara Municipal, diz que pretende combater desigualdade social

Câmara Municipal de SP estuda projeto por telemedicina na cidade pelo SUS

Câmara Municipal de SP estuda projeto por telemedicina na cidade pelo SUS

Reprodução/Record TV

Um Projeto de Lei (PL 045/2021) em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo pretende implementar o uso da telemedicina — método já praticado há anos no setor privado — no atendimento à população pelo SUS (Sistema Único de Saúde) na capital paulista. Ainda não há data definida para a votação do projeto no plenário da Casa.

O vereador Sansão Pereira (Republicanos), autor da proposta, já aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa da Casa, fala em diminuir a desigualdade social, dinamizar e ampliar a capacidade de acompanhamento médico em pacientes que já passaram por um atendimento presencial, além de aumentar a prevenção e o controle de doenças.

Segundo o parlamentar, a proposta também visa: reduzir as filas e o tempo de espera em atendimentos de consultas e acompanhamento médico; evitar deslocamentos desnecessários de pacientes e profissionais de saúde, evitando a proliferação da covid-19; promover a oferta de médicos e especialistas em locais remotos de difícil acesso; desafogar o sistema; manter o distanciamento social, entre vários outros benefícios.

"É uma das mais poderosas tendências tecnológicas da atualidade que pode solucionar um grande problema de milhares de paulistanos que esperam exaustivamente por um atendimento médico, principalmente frente a uma pandemia mundial e ao isolamento social", declarou o vereador Sansão Pereira.

Últimas