Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Zelador pula na enchente para salvar motorista de afogamento em SP; veja vídeo

Caso aconteceu em Moema, área nobre da zona sul. Carro tinha sido arrastado para o subsolo de edifício pela enxurrada

São Paulo|Julia Girão, do R7*


Vídeos gravados por moradores de um prédio localizado no bairro de Moema, área nobre da zona sul de São Paulo, mostram o zelador do condomínio ao pular e nadar na enchente para salvar uma pessoa que se afogava dentro de um carro durante o temporal na última quarta-feira (8). A tempestade atingiu fortemente o bairro e chegou a provocar a morte de uma idosa de 88 anos. 

As imagens mostram o zelador Adelmo Marinho de Lima Junior ao atravessar a rua a nado e ainda percorrer mais um trecho até chegar ao local onde o homem estava preso dentro do carro, no subsolo de outro edifício, que tinha sido tomado pela água. "Eu só o vi dentro da garagem do subsolo com o pescoço de fora. Fui desesperado ajudar", afirmou Adelmo. 

Vídeos mostram o momento em que Adelmo pula na água e nada entre as sujeiras deixadas pela enchente até o local onde o carro estava. De acordo com o zelador, por conta da força das águas, o automóvel foi arrastado para o subsolo do prédio vizinho. 

"Eu e um morador começamos a procurar um carro, porque estavam gritando dos prédios ao redor que tinha uma pessoa dentro do veículo. O carro já tinha sido engolido pelo buraco do condomínio, e eu só vi quando a água estava no pescoço", disse Adelmo. 

Publicidade

Em outro vídeo, é possível ver o zelador junto ao homem que quase se afogou, ao tirá-lo da água. O homem mora na região e voltou andando para casa, mas estava bastante nervoso e parecia "não saber muito o que estava acontecendo na hora", contou. 

Os moradores do condomínio onde Adelmo trabalha e que registraram as imagens afirmam na gravação que o consideram um "herói". O caso ocorreu na alameda dos Jurupis.

Publicidade

Bem perto dali, na rua Gaivota, Nayde Pereira Capelano, de 88 anos, morreu afogada dentro do próprio carro. Os bombeiros tentaram reanimar a mulher, mas ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Segundo a Polícia Militar, Nayde perdeu o controle do veículo, bateu em uma árvore e ficou presa. Ela tinha saído para buscar remédios para a sobrinha, que é PCD (pessoa com deficiência) em um posto de saúde e foi surpreendida pela tempestade.

Publicidade

Cuidados na enchente

Apesar da coragem demonstrada pelo zelador, os bombeiros recomendam a pessoas que estão em segurança durante uma enchente que não deixem o local onde se encontram. Veja alguns cuidados que devem ser observados.

• Na hora do temporal, caso esteja em um local seguro, mesmo que ilhado, permaneça lá. Arriscar-se a andar em locais inundados pode custar a vida. Bastam 15 cm de correnteza para que uma pessoa seja derrubada. Esse mesmo nível de água é capaz também de mover veículos;

• Se a pessoa estiver em um lugar seguro e com pouca quantidade de água, o recomendável é ficar onde está até que a tempestade acabe e a água baixe;

• Já se estiver em um local em que o nível de água esteja subindo de forma rápida e seja necessário sair dali, o correto é buscar o lado oposto ao dos postes, para evitar choques. A pessoa deve também ficar perto de muros e paredes, para evitar locais onde possa haver bueiros e sarjetas;

• Se a pessoa estiver no carro e a água começar a subir rapidamente e ultrapassar o nível do escapamento ou metade do pneu, é preciso abandonar rapidamente o veículo e buscar um local seguro. Nesse caso, o motorista não deve esperar, pois a água pode continuar subindo. Isso vale principalmente para avenidas próximas de córregos, pois o veículo pode ser arrastado.

Veja imagens de shopping de Osasco após desabamento de teto

* Estagiária do R7, sob supervisão de Márcio Pinho

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.