Saúde Agência europeia aprova pílula anti-Covid do laboratório Pfizer

Agência europeia aprova pílula anti-Covid do laboratório Pfizer

O tratamento oral contra a Covid-19 da farmacêutica é o primeiro a ser autorizado na União Europeia

  • Saúde | Da AFP com R7

O remédio da Pfizer reduz em 89% a gravidade da Covid-19

O remédio da Pfizer reduz em 89% a gravidade da Covid-19

PFIZER VIA REUTERS

A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) aprovou nesta quinta-feira (27) a pílula anti-Covid do laboratório Pfizer, o primeiro tratamento oral contra a Covid-19 autorizado na União Europeia (UE).

A EMA “recomendou a autorização do Paxlovid para o tratamento da Covid-19 em adultos que não necessitam de suporte respiratório mas que correm risco de agravamento da doença”.

O medicamento é um inibidor de uma das enzimas que o vírus da Covid usa para se multiplicar. "O processo de multiplicação, que vai levar à produção de novas partículas virais, usa uma enzima chamada protease. O Paxlovid age inibindo a protease e, com isso, bloqueia o processo de iniciação da multiplicação, já que não se formam novas partículas do vírus", explica Valdez Madruga, infectologista e coordenador do estudo sobre esse medicamento no Brasil.

De acordo com os ensaios clínicos, os pacientes infectados precisam receber o medicamento entre o terceiro e o quinto dia do surgimento dos primeiros sintomas da doença. O tratamento é feito durante cinco dias, duas vezes ao dia. Além da pílula do novo medicamento, os doentes devem receber uma cápsula da droga Ritonavir. 

Últimas