Saúde Artrose é associada a um maior risco de morte por doença cardíaca

Artrose é associada a um maior risco de morte por doença cardíaca

Estudo mostrou que pessoas com a doença no quadril ou no joelho são 20% mais propensas a óbito por doença cardíaca crônica ou insuficiência cardíaca

Artrose é associada a um maior risco de doença cardíaca, diz estudo

O joelho é um dos locais mais comuns dessa doença degenerativa

O joelho é um dos locais mais comuns dessa doença degenerativa

Pixabay

A artrose no quadril ou no joelho foi associada a um maior risco de morte por doença cardíaca, segundo um estudo realizado na Universidade de Lund, na Suécia, publicado no periódico Osteoartrite e Cartilagem.

A artrose é uma doença dolorosa degenerativa da cartilagem articular e dos ossos que progride com a idade, atingindo principalmente mulheres após os 60 anos, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) do governo do Estados Unidos.

Leia também: Artrose leva ator de 'Harry Potter' a usar cadeira de rodas. Entenda

Foram analisados 469.177 estudantes no sul da Suécia entre 2003 e 2014, com idade entre 45 e 84 anos. Após o acompanhamento, os pesquisadores identificaram 15.901 pacientes com artrose no joelho, sendo 41% homens com idade média de 67 anos, 9.347 no quadril, 4.004 na mão e 5.447 em outras articulações.

Ao analisarem as causas de morte, eles observaram que as pessoas com artrose no quadril ou no joelho eram 20% mais propensas do que o resto da população a morrer de doença cardíaca crônica ou insuficiência cardíaca. O risco aumentou com a duração da doença e foi mais aparente após 9 anos da patologia.

Saiba mais: Doenças reumáticas afetam a vida de mais de 12 milhões de brasileiros

O principal autor do estudo, Martin Englund, que é professor da Universidade de Lund afirmou ao The New York Times, que a descoberta do estudo faz sentido. "Quando você tem dor, fica inativo e essa inatividade, junto com a obesidade, aumenta o risco de doença cardiovascular".

Ele ressaltou ainda que quem tem artrose tem de reaprender a se mover. "O exercício é muito importante no tratamento dessa doença".

Dores podem 'prever' mudança de tempo e piorar com o frio: