Saúde Carne branca tem mesmo teor de colesterol que vermelha, diz estudo

Carne branca tem mesmo teor de colesterol que vermelha, diz estudo

Consumo elevado de ambos os tipos de carne é mais prejudicial do que alta ingestão de ovos; pesquisa não incluiu peixe, apenas carnes como o frango

Carnes brancas e vermelhas têm o mesmo teor de colesterol, dez estudo

Frango grelhado se consumido em altas doses aumenta nível do colesterol ruim

Frango grelhado se consumido em altas doses aumenta nível do colesterol ruim

Pixabay

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF) e do Instituto de Pesquisa do Hospital Infantil de Oakland, ambos nos Estados Unidos, afirma que o consumo de carne branca, assim como de carne vermelha, é capaz de elevar os níveis de colesterol ruim (LDL).

Entretanto, o resultado não se aplicaria à carne de peixe e às carnes processadas, como bacon e linguiça, que não foram utilizadas no estudo.

Leia também: Caminhada é eficaz para elevar o colesterol bom, que combate o ruim

A pesquisa, publicada na revista científica norte-americana American Journal of Clinical Nutrition, alega que o consumo elevado de ambos os tipos de carne era mais prejudicial do que a alta ingestão de proteínas vegetais, como ovos. Além disso, o estudo mostrou que o consumo de gorduras saturadas aumenta os níveis de colesterol na mesma proporção entre os três tipos de proteínas.

Já dietas vegetarianas, ou seja, que restringem o consumo de carne, trariam menor prejuízo à saúde quando comparadas às dietas em que pessoas consomem carnes brancas e vermelhas.

Apoiado nos resultados, os pesquisadores orientam que a população reduza o consumo de carnes brancas e vermelhas e procure consumir mais proteínas de origem vegetal, que seriam menos prejudiciais à saúde.

Saiba mais: Comer três ovos por semana aumenta risco de doença cardíaca

Existe o colesterol “bom” e o “ruim”. O LDL, sigla de lipoproteínas de baixa densidade, é o “ruim”. Ele carrega o colesterol do fígado para o resto do corpo, mas costuma deixar parte dessa carga nos vasos sanguíneos, favorecendo a formação das placas. Já o HDL, lipoproteínas de alta densidade, o “bom”, faz o trabalho contrário, recolhendo a gordura acumulada nas artérias.

Leia também: Quatro em dez brasileiros adultos têm nível de colesterol alto

Cerca de 360 mil brasileiros com colesterol alto não sabem que têm, segundo estimativa do Instituto do Coração (InCor) do HC de São Paulo. O colesterol alto pode levar ao infarto e ao AVC (acidente vascular cerebral).

*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini

Veja mitos e verdades sobre o colesterol: