Com queda de 50% no estoque, fundação faz apelo para aumentar doações de sangue

Alguns tipos sanguíneos estão em situação crítica; saiba como doar

Nos dias frios, as pessoas tendem a doar menos sangue

Nos dias frios, as pessoas tendem a doar menos sangue

Reprodução

Com a queda da temperatura, a coleta de sangue registrou baixa significativa. Por conta disso, as reservas da Fundação Pró-Sangue estão em situação crítica. A fundação está 50% abaixo do patamar desejado, segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

Atualmente, alguns tipos se encontram em situação bem delicada. O+, A+, A- e B- estão em alerta, ou seja, em condições de abastecer os hospitais por apenas três dias. Já o tipo O- está crítico, isto é, com o suprimento para apenas dois dias.

A Pró-Sangue fornece sangue para mais de 100 instituições de saúde da rede pública do Estado. Para que o sangue não falte para quem precisa, a fundação convoca as pessoas para a doação, para que o abastecimento dos hospitais não seja comprometido. Criada em 1984, a fundação arrecada cerca de 12 mil bolsas por mês, sendo responsável por 32% de todo sangue consumido na Região Metropolitana de São Paulo.

Como doar

Para doar sangue basta estar em boas condições de saúde, ir alimentado, ter entre 16 e 69 anos (para menores, consultar site da Pró-Sangue), pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato. Vale lembrar que é bom evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação. Outros impedimentos poderão ser identificados durante a entrevista de triagem, no dia da doação. Para tanto, basta acessar o site da Pró-Sangue e consultar os pré-requisitos de doação.

Bancos de sangue têm queda de reservas durante o inverno

O posto Clínicas fica na avenida Doutor Enéas Carvalho de Aguiar, 155, 1º andar, a 200 metros da estação Clínicas do Metrô. A unidade atende das 7h às 18h de segunda a sexta; das 8h às 17h nos sábados, feriados e pontes; e das 8h às 13h, nos 1º e 3º domingos de cada mês. Aos sábados, o atendimento está limitado a 380 candidatos. Ao atingir esse número, o cadastro fecha. O estacionamento subterrâneo é gratuito aos doadores e está localizado na Garagem Clínicas, na avenida Doutor Enéas Carvalho de Aguiar. Para mais informações, acesse o site ou ligue no Alô Pró-Sangue 0800 55 0300.

O que falta para o Brasil doar mais sangue?