Saúde Deputada Edna Macedo realiza audiência pública sobre o HPV

Deputada Edna Macedo realiza audiência pública sobre o HPV

Parlamentar integra Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa de SP e tem a saúde da mulher como uma das principais pautas

  • Saúde | Do R7

A audiência pública sobre combate ao HPV foi realizada e transmitida de forma remota

A audiência pública sobre combate ao HPV foi realizada e transmitida de forma remota

Reprodução

A deputada Edna Macedo (Republicanos) participou de audiência pública de combate ao HPV, doença associada a diversos tipos de câncer, nesta quinta (26) e sexta-feira (27). O tema foi “Semana de conscientização do HPV: Construindo políticas públicas no combate ao vírus”. 

A deputada integra a Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa de São Paulo e tem a área como uma de suas principais pautas. O engajamento da parlamentar é ainda maior no âmbito da saúde da mulher. "Há anos que venho lutando pelas mulheres, para que possam realizar os seus exames."

O evento, realizado e transmitido de maneira remota pelo canal no YouTube da TV Alesp e pelas redes sociais da deputada, contou com a presença de especialistas da área. Foram debatidos meios de levar conscientização da doença à população, formas efetivas de prevenção e a importância do dignóstico e do tratamento precoces. 

Vale ressaltar que o tema ainda é tratado como tabu, já que uma das formas de transmissão ocorre por meio de relações sexuais, o que dificulta sua prevenção. Outras maneiras de transmissão são por contato direto com a pele ou mucosa infectadas e na hora do parto.

Outro aspecto que interfere no diagnóstico e tratamento é que o HPV não costuma apresentar sintomas, levando o infectado a conviver com a doença sem saber, até que se manifeste - geralmente quando o sistema imunológico fica enfraquecido.

O HPV pode causar câncer de colo de útero, câncer do ânus, câncer de pênis, câncer de vulva e câncer vaginal, sendo os tipos 16 e 18 responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero, quarto tipo de câncer que mais atinge mulheres no mundo.

Atualmente o SUS (Sistema Único de Saúde) oferece de forma gratuita a vacina contra o HPV para meninas de 9 a 14 anos, meninos de 11 a 14 anos, mulheres imunossuprimidas de 9 a 45 anos e homens imunossuprimidos de 9 a 26 anos.

Entenda a importância de tomar duas doses da vacina do HPV:

Últimas