Saúde Entenda as possíveis causas do sangramento cerebral da influenciadora Sthe Matos

Entenda as possíveis causas do sangramento cerebral da influenciadora Sthe Matos

Ex-participante de 'A Fazenda' precisou ser internada em UTI após sentir fortes dores de cabeça

  • Saúde | Fernando Mellis, do R7

Assessoria de Sthe diz que ela passa bem após o episódio

Assessoria de Sthe diz que ela passa bem após o episódio

Reprodução/Instagram

A dor de cabeça que levou a influenciadora digital e ex-participante de A Fazenda Sthe Matos, de 23 anos, a descobrir um sangramento cerebral pode ter diversas causas. Até a tarde desta terça-feira (22), a equipe dela não havia revelado detalhes da internação.

Sthe foi levada para o hospital após sentir fortes dores de cabeça. Na emergência, uma tomografia constatou "um pequeno sangramento no cérebro", segundo a equipe dela, que o descreveu como "nada muito grave".

O neurocirurgião Eberval Gadelha Figueiredo, professor da Universidade de São Paulo e presidente da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, explica que "a hemorragia é a consequência de algum outro problema", sendo os mais frequentes os seguintes:

• ruptura de aneurisma cerebral;
• acidente vascular cerebral hemorrágico por hipertensão;
• sangramentos de tumor;
• distúrbios de coagulação;
• trombose venosa (entupimento de veia cerebral) — ocorre também em casos de Covid; e
• malformações arteriovenosas.

O especialista acrescenta que "a gravidade depende da extensão do sangramento e da causa".

"Uma trombose venosa pode causar pequenos sangramentos de pouca gravidade; já na ruptura de um aneurisma, em geral, o quadro é grave, mas existem quadros de ruptura em que o paciente se apresenta bem, só com dor de cabeça", exemplifica. 

Quando a dor de cabeça é preocupante?

Segundo Figueiredo, é importante prestar atenção nas características de uma dor de cabeça, especialmente se tiver início súbito e for de forte intensidade.

Além disso, quando a cefaleia é acompanhada de tontura, vômito, fraqueza em algum membro ou sonolência, por exemplo, deve-se procurar com urgência atendimento médico.

"A rapidez com que a pessoa busca o hospital é importante para evitar danos. Um dos fatores principais para o prognóstico é o modo como o paciente chega ao atendimento. Se ele chega conversando, consciente, orientado, vai ter um prognóstico em geral bom. Ao contrário do paciente que chega com paralisia ou até mesmo em coma."

Alguns casos exigem tratamento via cateter ou até mesmo cirurgia, mas os mais leves podem requerer somente observação e exames de monitoramento.

Esse último parece ser o caso da influenciadora. Segundo a assessoria dela, Sthe vai permanecer em observação na UTI por 24 horas.

Últimas