Saúde Entenda por que novos sintomas da covid-19 estão surgindo

Entenda por que novos sintomas da covid-19 estão surgindo

Tosse seca, febre e cansaço são os sinais mais frequentes, segundo a OMS; mas há outras manifestações como diarreia e alterações dermatológicas

  • Saúde | Aline Chalet, do R7*

Os sintomas respiratórios são os mais comuns para a Covid-19

Os sintomas respiratórios são os mais comuns para a Covid-19

EFE/EPA/ANTONIO PEDRO SANTOS

Os sintomas do novo coronavírus aumentam conforme os profissionais de saúde adquirem experiência com os novos casos, explica a infectologista Sylvia Lemos, da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) e consultora em biossegurança e controle de infecções.

Segundo a especialista, a covid-19 é uma doença multifacetada, ou seja, cada paciente pode apresentar sintomas diferentes. “Os mais comuns são tosse, falta de ar e febre, mas estamos vendo, também, quadros de diarreia e alterações dermatológicas.”

Leia mais: Sintomas, contágio, prevenção: tire dúvidas sobre o novo coronavírus

A médica afirma que alguns estudos e pesquisas em outros países apontam sintomas vasculares, como pés arroxeados e problemas de circulação. “Logo começaremos a ter nossos próprios casos e conhecer essa doença melhor aqui no Brasil também.”

Segundo informações da OMS (Organização mundial da Saúde), os sintomas mais comuns são tosse seca, febre e cansaço. Outros sintomas possíveis são dores, congestão nasal, dor de cabeça, conjuntivite, dor de garganta, diarreia, perda de paladar ou olfato, erupção cutânea e descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

Leia também: Coronavírus: o que são os 'dedos de covid', um dos mais novos possíveis sintomas identificados da doença?

O Ministério da Saúde recomenda que pacientes que apresentarem sintomas evite contato com outras pessoas, permaneça em casa por 14 dias e só procure serviço médico em caso de falta de ar.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Pablo Marques 

Arte de rua retrata a pandemia de coronavírus pelo mundo:

Últimas