Saúde Escrever sobre emoções positivas diminui a ansiedade, diz estudo

Escrever sobre emoções positivas diminui a ansiedade, diz estudo

Taxas de ansiedade foram medidas antes e depois da escrita; método pode ser eficaz para pessoas que evitam interações sociais e são pessimistas

  • Saúde | Giovanna Borielo, do R7*

Pessoas que escreveram experiências positivas diminuíram as taxas de ansiedade

Pessoas que escreveram experiências positivas diminuíram as taxas de ansiedade

PEXELS

Um estudo realizado pela Universidade de Northumbria, em New Castle, no Reino Unido, e publicado no British Journal of Health Psychology constatou que escrever sobre sentimentos positivos ajuda a aliviar o estresse e ansiedade.

A pesquisa afirma que essa prática tem efeito especialmente sobre as pessoas que possuem personalidade tipo D, que são mais fechadas e não compartilham seus sentimentos, além de serem pessimistas e cultivarem a solidão. 

Essa personalidade já foi associada a alta prevalência de doenças arteriais coronarianas e hipertensão, segundo o estudo.

Veja também: Estresse e ansiedade podem causar sonambulismo

A pesquisa, realizada com pouco mais de 70 pessoas entre 19 e 77 anos, dividiu os participantes em dois grupos. No primeiro grupo, com quase 40 participantes, foi designado que, durante três dias, deveriam ir a um cômodo que fosse confortável e escrever durante 20 minutos longe de interrupções, como o celular, sobre suas experiências de vida mais incríveis.

Já o segundo grupo, com pouco mais de 30 pacientes, foi orientado a escrever sobre os planos para o dia, descrever os sapatos que usavam e o cômodo em que estavam durante o mesmo período, de três dias. Antes e depois de ambos os grupos escreverem, todos deveriam responder a um teste de escala sobre a ansiedade.

Os níveis de ansiedade foram medidos diariamente, comparando o antes e o depois da atividade de escrita. Após quatro semanas do teste inicial, os pacientes tiveram de responder a um novo teste de ansiedade, e os resultados foram usados para um novo cálculo.

Veja também: Pesquisa mostra relação entre rede social e estresse

Como resultado final, foi observado que o primeiro grupo teve uma diminuição nos níveis de ansiedade antes e após a produção do diário, enquanto o segundo grupo não apresentou resultados significativos. O primeiro grupo também apresentou redução da ansiedade no teste feito após quatro semanas.

De acordo com os autores do estudo, que pertencem ao Grupo de Pesquisa em Estresse da universidade, o método de escrita positiva pode ser eficiente especialmente para pacientes com esse tipo de personalidade, pois tratam-se de pessoas menos propensas a buscar ajuda terapêutica e a escrita permite o extravasamento das emoções por meio da prática individual, que não requer interação social.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Deborah Giannini

Você vive ansioso? Saiba como combater a ansiedade:

Últimas