Saúde Exagerar na higiene íntima pode aumentar risco de infecções

Exagerar na higiene íntima pode aumentar risco de infecções

Uso incorreto de produtos desequilibra a proteção interna contra doenças, alertam especialistas

Exagerar na higiene íntima pode aumentar risco de infecções

Forma correta é lavar cuidadosamente a área genital com água e sabão e trocar todos os dias a roupa íntima

Forma correta é lavar cuidadosamente a área genital com água e sabão e trocar todos os dias a roupa íntima

Getty Images

O exagerado na higiene íntima pode aumentar o risco de desenvolver infecções. Esse foi o resultado de uma pesquisa da Universidade da Califórnia que explica que o uso de sabonetes e gel para banho podem danificar os tecidos sensíveis da área íntima.

De acordo com o estudo, isso eleva o potencial do surgimento de doenças como a herpes e clamídia, segundo o site do jornal britânico Daily Mail desta sexta-feira (22).

Excesso ou falta de higiene íntima é prejudicial à saúde

O líder do estudo, Joelle Brown, disse que há "evidências" de que o uso exagerado de produtos higiênicos aumenta o risco de vaginose bacteriana — condição que ocorre quando há uma alteração na concentração de bactérias na flora vaginal.

Pesquisa

A equipe de pesquisadores recrutou 141 mulheres para responder um questionário  sobre o uso de produtos para higiene íntima e também para a realização de testes de infecção vaginal.

Higiene íntima: 10 dicas para o sexo feminino

A análise das respostas mostrou que 66% das mulheres relataram o uso de sabonetes íntimo para a área genital. No entanto, 70% do público feminino afirmou usar lubrificantes sexuais.

Já os resultados dos testes revelaram que mulheres que usam produtos não destinados ao uso interno estão mais propensas a desenvolver infecções bacterianas no local.

Leia mais notícias de Saúde

Os médicos não recomendam uma higiene exagerada na parte interna da vagina, pois pode alterar o equilíbrio das bactérias — cuja função é produzir ácidos que servem como proteção contra infecções e vírus.

A forma correta é lavar cuidadosamente a área genital com água e sabão e trocar todos os dias a roupa íntima.