Higiene íntima da mulher: depilação total pode fazer mal à saúde?

Ginecologista Flávia Fairbanks falou ao programa #R7Saúde no Facebook; assista ao vídeo

Higiene íntima da mulher: depilação total pode fazer mal à saúde?

Depilação íntima completa deve ser evitada

Depilação íntima completa deve ser evitada

Reprodução

Você costuma fazer depilação íntima completa? De acordo com a ginecologista Flávia Fairbanks, o ideal é que a mulher mantenha pelo menos os pelos da entrada da vagina, pois eles "funcionam como uma barreira natural". Esse foi apenas um dos assuntos tratados durante o segundo programa #R7Saúde realizado na última segunda-feira (14) ao vivo pela página do Facebook do R7. O tema foi "Higiene Íntima da Mulher".

Flávia também explicou a diferença entre secreção vaginal e corrimento. E ainda deu dicas de como evitar as infecções vaginais: parceiro deve fazer exames regularmente, as mulheres devem evitar consumo exagerado de carboidrato, pois quem come muito açúcar favorece aparecimento da candidíase.

Segundo a médica, a higiene íntima ajuda a prevenir infecções e também o mau cheiro. O ideal é a mulher utilizar água e o sabonete líquido.

Assista a entrevista completa e veja todos os detalhes: