Saúde Lombriga do rato causa paralisia em humanos por meio de alimentos

Lombriga do rato causa paralisia em humanos por meio de alimentos

Casos no Havaí, nos Estados Unidos, indicam que verme chega às pessoas por lesmas em alimentos mal lavados, após contato com fezes de roedores

Parasita do pulmão dos ratos pode causar paralisia em humanos

Parasita vive nos pulmões dos ratos

Parasita vive nos pulmões dos ratos

Punlop Anusonpornperm/Wikimedia Commons

Larvas que passam das fezes de ratos para caramujos e lesmas podem acabar em alimentos ingeridos por humanos, provocando danos neurológicos.

O parasita Angiostrongylus cantonensis foi mencionado em uma reportagem do jornal The New York Times, que cita 100 casos de pessoas infectadas no Estado norte-americano do Havaí na última década.

Essa espécie de lombriga é mais comum no Sudeste asiático e no Oceano Pacífico. 

Conhecido como "larva de rato", o verme está presente nas artérias pulmonares desses roedores. Quando seus ovos eclodem, as minúsculas larvas são expelidas pelas fezes dos animais e podem ser comidas por caracóis ou lesmas.

A infecção no ser humano se dá pelo consumo das lesmas em alimentos não lavados ou em bebidas descobertas, segundo o NYT.

Uma vez dentro do corpo do hospedeiro, o parasita provoca desde sintomas como os de uma gripe até fortes dores nos nervos, levando em alguns casos a quadros de meningite eosinofílica e até paralisia.

Leia também: Bactéria comedora de carne mata um homem com câncer na Flórida

O médico Jon Martell, ouvido pelo jornal, ressalta a dificuldade em estabelecer um diagnóstico para uma doença tão pouco conhecida.

“Não há diagnóstico fácil e definitivo. Você não pode ir ao pronto-socorro e fazer um exame de sangue que diz que você tem uma doença de um parasita do pulmão do rato."

Superbactérias devem matar mais que câncer. Saiba mais sobre elas: