Saúde Maior produtor mundial de vacinas anti-Covid suspende produção por falta de demanda

Maior produtor mundial de vacinas anti-Covid suspende produção por falta de demanda

O CEO do Serum Institute afirmou que há em reserva cerca de 200 milhões de doses da vacina anti-Covid da AstraZeneca

AFP
  • Saúde | por AFP

Covishield é a versão da vacina AstraZeneca produzida pelo Serum Institute of India

Covishield é a versão da vacina AstraZeneca produzida pelo Serum Institute of India

Freepik

O maior produtor de vacinas do mundo, o Serum Institute of India, interrompeu a produção de sua versão local da vacina anti-Covid da AstraZeneca devido à queda na demanda, informou seu CEO nesta sexta-feira (22). 

O Serum Institute produziu mais de 1 bilhão de doses de Covishield — sua versão da vacina AstraZeneca — e é o maior fornecedor do programa global Covax para os países mais pobres. 

Essa situação contrasta com o que aconteceu há um ano, quando a Índia — conhecida como a "farmácia do mundo" — teve que restringir suas exportações para combater uma terrível onda de contaminação em seu território, levando a nação de 1,4 bilhão de pessoas a uma situação extrema no sistema de saúde. As exportações de vacinas foram retomadas em novembro passado. 

"Temos 200 milhões de doses em reserva", disse o CEO do Serum, Adar Poonawalla. 

"Paramos a produção em dezembro. Até sugeri que as doses sejam doadas a quem quiser levá-las", disse ele, em fórum econômico organizado pelo grupo Times Network.

"Não sei o que fazer com o produto. Por isso tive que dizer que interrompessem a produção. Do contrário, as doses vão expirar", acrescentou. 

Últimas