Saúde Maradona fez cirurgia para retirar coágulo na cabeça no início do mês

Maradona fez cirurgia para retirar coágulo na cabeça no início do mês

Procedimento foi um sucesso, mas o argentino teve crise de abstinência enquanto estava internado; hematoma se formou devido a queda em casa

  • Saúde | Do R7

Maradona e médico Leopoldo Luque posam para foto após cirurgia

Maradona e médico Leopoldo Luque posam para foto após cirurgia

Reprodução Instagram @doctor.luque

O ídolo argentino Diego Maradona, que morreu nesta quarta-feira (25) passou por uma cirurgia para a retirada de um coágulo no cérebro no início deste mês. O craque foi internado na segunda-feira (2) em Buenos Aires com um quadro de anemia e passou por uma bateria de exames, que identificaram o hematoma do lado esquerdo da cabeça, que teria se formado devido a uma queda que sofreu em casa.

“Vou operar Maradona com a minha equipe. Ele está lúcido, sabe que será operado e está de acordo com a intervenção. Expliquei e ele está tranquilo”, disse o médico Leopoldo Luque, responsável pela internação. “É um hematoma subdural e é uma cirurgia de rotina. A maioria dos pacientes que têm esses hematomas costumam ser idosos e de risco. O panorama não mudou, Diego continua o mesmo.”

Ele também informou que Maradona havia passado por uma semana "complicada emocionalmente", o que afetou sua alimentação e atitude, o que motivou a realização de exames.

O procedimento durou cerca de uma hora e trinta minutos na Clínica Olivos, em La Plata, na Argentina. Segundo a imprensa do país, a intervenção transcorreu normalmente e foi considerada um sucesso.

Leia mais: Cirurgia de Maradona para retirada de coágulo na cabeça foi um sucesso

Maradona ficou internado por dez dias, período no qual teve crises de abstinência ocasionadas, de acordo com os médicos, pelo vício em álcool e remédios que tomava para problemas de ansiedade e sono.

Últimas