Saúde Morre, aos 73 anos, o psiquiatra Flávio Gikovate

Morre, aos 73 anos, o psiquiatra Flávio Gikovate

Ele lutava contra um câncer desde o início do ano

  • Saúde | do R7

Gikovate era um dos mais conhecidos psiquiatras do país

Gikovate era um dos mais conhecidos psiquiatras do país

Reprodução/facebook.com/FGikovate

Morreu nesta quinta-feira (13), aos 73 anos, o psiquiatra Flávio Gikovate. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Flávio estava internado desde o dia 6 de outubro e lutava contra um câncer. 

Médico-psiquiatra, psicoterapeuta, conferencista e escritor, Gikovate se formou na USP em 1966

Atualmente, era comentarista e apresentador do programa No divã do Gikovate, da rádio CBN, mas dedicava a maior parte do tempo ao atendimento de pacientes. Atuava desde 1968, tendo atendido mais de 10.000 pacientes.

Segundo a biografia publicada em seu site, Gikovate foi o pioneiro nos estudos sobre o sexo, amor e vida conjugal no Brasil, com 34 livros publicados com reflexões originais sobre esses temas e que já venderam cerca de 1 milhão de exemplares.

Desde 1977, trabalhava também na divulgação de suas ideias por meio de veículos de comunicação: assinou coluna na Folha de S. Paulo, revista Cláudia, teve programa na TV Bandeirantes e, desde 2007, apresentava o programa de rádio.

Últimas