Saúde No dia mundial da saúde, OMS agradece trabalho de enfermeiros

No dia mundial da saúde, OMS agradece trabalho de enfermeiros

Diretor geral da organização destacou importância de profissionais da saúde e parteiras e pediu que governos invistam na área da saúde

  • Saúde | Do R7

Tedros agradeceu o trabalho de médicos e enfermeiros

Tedros agradeceu o trabalho de médicos e enfermeiros

Denis Balibouse/REUTERS - 28.02.2020

Nesta terça-feira é comemorado o dia mundial da saúde e o aniversário de 72 anos da Organização Mundial da Saúde.

Apesar do momento não parecer o melhor e mais adequado para comemoração, tendo em vista a pandemia do coronavírus, o diretor geral da organização, Tedros Adhanon, disse que ainda assim é importante lembrar a importância e agradecer o trabalho de enfermeiros e parteiras.

Tedros disse que enfermeiros pelo mundo inteiro arriscam a própria vida para salvar a dos outros e cuidam diretamente de pacientes em estado crítico do coronavírus, que já deixou mais de 75 mil mortos.

“A generosidade e cuidado com estranhos nunca foi tão importante”, disse Tedros.

Apesar do trabalho importante e vital, o mundo não tem enfermeiros suficientes para trabalhar e ajudar a controlar a pandemia. Segundo o diretor, o mundo precisa de pelo menos mais 5 milhões de enfermeiros e pediu para que governos e países ajudem a graduar mais profissionais da saúde e garanta que eles tenham um emprego.

Mesmo em momentos difíceis como agora, bebês continuam nascendo e famílias aumentando. Com isso, o trabalho de parteiras também se torna essencial e precisam garantir que a experiência seja leve e o menos traumática possível.

Investimento em saúde

Tedros disse que espera que este momento sem precedentes ajude governos e a população mundial a entender a importância de se investir na saúde, garantir que profissionais sejam apoiados e tenham o treinamento que precisam, recebam salário e tenham equipamentos suficientes para trabalhar.

“A todos os enfermeiros e parteiros, a minha profunda admiração, respeito e gratidão”, concluiu Tedros.

Durante todo o dia, a OMS está com uma live falando com especialistas na área da saúde e respondendo perguntas gerais dos internautas.

Últimas