Saúde Pandemia pode ser controlada em 2022 com ações concretas, diz OMS

Pandemia pode ser controlada em 2022 com ações concretas, diz OMS

Chefe da unidade técnica da OMS destacou medidas coletivas tomadas em sociedade; número de óbitos subiu 10% em 50 países

Agência EFE
No Brasil, mais de 56% da população está completamente vacinada

No Brasil, mais de 56% da população está completamente vacinada

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 3.11.2021

O mundo está em condições de controlar a pandemia em 2022, mas dependerá das decisões individuais e coletivas tomadas em nossas sociedades, disse nesta quinta-feira (4) a chefe da unidade técnica da OMS (Organização Mundial da Saúde) contra a Covid-19, Maria van Kerkhove.

"O que vai acontecer em 2022 dependerá de nós; a possibilidade de assumir o controle da transmissão está aí: podemos eliminar mortes, internações, mas temos que tomar decisões coletivas e individuais conscientes para isso", disse a especialista americana durante entrevista coletiva.

Maria van Kerkhove fez esse apelo na semana em que o número de mortes pela pandemia no planeta ultrapassou os 5 milhões; "um número que na realidade é muito maior", já que muitos casos não foram contabilizados pelas redes de saúde, reconheceu.

"A trajetória da pandemia está, e sempre esteve, em nossas mãos", insistiu Van Kerkhove, que advertiu sobre o avanço da Covid-19 no continente europeu, onde os casos aumentaram 50% nas últimas quatro semanas.

A pandemia "tem causado muita dor, raiva e frustração, mas precisamos transformar essas emoções em ação para proteger a nós mesmos e aos outros", enfatizou.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, acrescentou na mesma entrevista que é preocupante que a Covid-19 continue causando mais de 50 mil mortes por semana em nível mundial, ou que na última semana os óbitos tenham aumentado 10% em 50 países.

"Isso não deveria estar acontecendo, temos as ferramentas para prevenir a transmissão e salvar vidas", disse Ghebreyesus.

Últimas