Saúde Três novos casos de ebola são confirmados no Congo

Três novos casos de ebola são confirmados no Congo

OMS contabiliza cinco casos nos últimos dez dias e casos podem ter relação com grande surto que aconteceu de 2018 até 2020

Reuters
Equipe faz higienização de locais onde surgiram casos do ebola, no leste do Congo

Equipe faz higienização de locais onde surgiram casos do ebola, no leste do Congo

Zohra Bensemra/Reuters - 15.10.2021

Três novos casos de ebola foram confirmados no leste da República Democrática do Congo, nesta segunda-feira, pela a OMS (Organização Mundial da Saúde). No total, são cindo pessoas infectadas nos últimos 10 dias,

Autoridades de saúde disseram que o surto mais recente do vírus parecia estar relacionado ao surto massivo de 2018 até 2020, que matou mais de 2.200 pessoas e infectou mais de 1.000 outras. 

O aumento de casos após um grande surto de ebola podem ser causados ​​por infecções latentes que permanecem no sêmen dos sobreviventes. Outro grupo de casos ligados à epidemia de 2018-20 surgiu em fevereiro e foi contido em maio, após seis mortes.

Os casos foram detectados no sábado no distrito sanitário de Butsili, perto da cidade de Beni onde ocorreu o último surto, informou a OMS em nota. Três pessoas dos cinco casos confirmados morreram.

O surgimento de vacinas foram um divisor de águas no sentido de conter os surtos recentes com mais rapidez. Na última semana, os médicos começaram a vacinar os contatos dos casos usando um imunizante fabricado pela Merck. É uma das duas vacinas contra o ebola disponíveis, a outra fabricada pela Johnson & Johnson.

Últimas