Coronavírus

Saúde Um milhão de pessoas morreram de Covid apenas este ano, diz OMS

Um milhão de pessoas morreram de Covid apenas este ano, diz OMS

Desde o começo da pandemia, a doença foi responsável por 6,45 milhões de mortes em todo o mundo; falta de cobertura vacinal em alguns países ainda preocupa a organização

AFP
A OMS alertou que um terço da população mundial ainda não está vacinado

A OMS alertou que um terço da população mundial ainda não está vacinado

Pilar Olivares/ REUTERS - 18/06/2021

A pandemia de Covid-19 causou um milhão de mortes em todo o mundo desde janeiro, informou a OMS (Organização Mundial da Saúde) nesta quinta-feira (25), pedindo aos governos que acelerem a vacinação de suas populações. 

"Passamos o trágico marco de um milhão de mortes por Covid-19 desde o início do ano", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva. 

O chefe da agência de saúde da ONU pediu aos governos de todos os países que redobrem seus esforços para vacinar todos os profissionais da saúde, idosos e outros grupos especialmente expostos ou vulneráveis, para alcançar uma cobertura vacinal de 70% para toda a população.

Em janeiro de 2022, a OMS, o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e seus parceiros criaram a Aliança para a Entrega da Vacina contra a Covid-19, com o objetivo de facilitar a distribuição de doses em 34 países onde a cobertura vacinal é inferior a 10%, dos quais todos, exceto 6, estão na África.

Tedros comemorou que restam apenas 10 estados com cobertura abaixo de 10%, embora "ainda haja muito a fazer".

O chefe da OMS alertou que um terço da população mundial ainda não está vacinado, incluindo dois terços dos profissionais de saúde e três quartos dos idosos em países de baixa renda. 

De acordo com as últimas estatísticas da agência, a pandemia de Covid é responsável por 6,45 milhões de mortes em todo o mundo desde que os primeiros casos surgiram no final de 2019 na China.

Últimas