Cientistas lançam plano para mapear todas as formas de vida 

Projeto BioGenoma quer mapear código genético de todas as 1,5 milhão de espécies de vida complexa 

Cientistas lançaram nesta quinta-feira um grande projeto para mapear genes

Cientistas lançaram nesta quinta-feira um grande projeto para mapear genes

REUTERS/Nacho Doce - 20/04/2013

Cientistas lançaram nesta quinta-feira um grande projeto para mapear o código genético de todas as 1,5 milhão de espécies de vida complexa da Terra e pretendem finalizar o trabalho em uma década.

Eles descreveram o Projeto BioGenoma da Terra (EBP) como "a próxima viagem à lua da biologia" depois do Projeto Genoma Humano, uma iniciativa que durou 13 anos e custou 3 bilhões de dólares para mapear o DNA humano, sendo finalizada em 2003.

O EBP deve custar 4,7 bilhões de dólares e "eventualmente criará uma nova base para a biologia fomentar soluções para a preservação da biodiversidade e a manutenção das sociedades humanas", disse Harris Lewin, professor da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e presidente do EBP.

"Ter o mapa, os modelos... será um recurso tremendo para novas descobertas, entender as regras da vida, como a evolução funciona, novas abordagens para a conservação de espécies raras e ameaçadas e... novos recursos para pesquisadores nos campos da agricultura e da medicina", disse durante coletiva de imprensa em Londres.

O plano reunirá grandes esforços de pesquisa de todo o mundo, inclusive um projeto liderado pelos EUA que almeja sequenciar o código genético de todos os 66 mil vertebrados, um projeto chinês para sequenciar 10 mil genomas de plantas e a Aliança Global de Genomas de Formigas, que pretende sequenciar cerca de 200 genomas do inseto.

O volume de dados biológicos que será reunido deve ser da ordem da "exaescala"-- mais do que aquela acumulada pelo Twitter, o YouTube ou toda a astronomia.

Leia também: