Tecnologia e Ciência Elon Musk indica que Twitter pode receber botão de editar. Você é a favor ou contra?

Elon Musk indica que Twitter pode receber botão de editar. Você é a favor ou contra?

Dono da Tesla se tornou o maior acionista da empresa e ganhou assento no conselho diretor

Ex-CEO afirmou que função provavelmente nunca seria implementada

Ex-CEO afirmou que função provavelmente nunca seria implementada

FREEPIK

O dono da Tesla comprou 9,2% das ações do Twitter, se tornou o maior acionista da empresa e ganhou um assento no conselho, com voz na tomada de decisões. O bilionário anunciou que fará "melhorias significativas" na rede social, sem especificar nenhuma delas.

Uma dessas mudanças pode ser uma função que permita que tuítes sejam editados. Em uma enquete informal dentro da rede social, o bilionário perguntou o que os mais de 80 milhões de seguidores dele achavam da possibilidade.

"Você quer um botão de editar?", perguntou Musk, que ainda brincou com as respostas, ao grafar de forma incorreta o "sim" e o "não" em inglês.

A pesquisa teve quase 4 milhões de votos e o "sim" ganhou, com 73,5% dos votos.

O próprio CEO do Twitter, Parag Agrawal, deu um retuíte na enquete, comentando: "As consequências desta pesquisa serão importantes. Por favor, vote cuidadosamente"

Não se sabe se a enquete de Musk será discutida por executivos da empresa ou se tudo não passou de uma brincadeira típica do empresário — ou de um primeiro embate entre Parag e Musk.

E você, é a favor ou contra um botão de editar tweets? Vote abaixo!

Questão antiga

A possibilidade de editar tweets é uma questão antiga no Twitter. No final de 2013, uma série de rumores apontaram que a rede social estava trabalhando em uma função do tipo, mas a função nunca foi testada publicamente.

Em janeiro de 2020, o ex-CEO do Twitter Jack Dorsey, explicou o motivo do botão de editar nunca ter sido implementado — e que provavelmente nunca será.

Segundo Dorsey, em uma entrevista ao site da revista Wired, o Twitter tem um caráter informativo e um botão do tipo poderia ser usado para espalhar desinformação — uma postagem poderia ser alterada após ser massivamente compartilhada por usuários da plataforma.

"Nós provavelmente nunca faremos isso", disse o CEO, em um tuíte de 2019, que ele citou durante a entrevista.

O tema até mesmo virou brincadeira de 1º de abril da empresa, o que afasta ainda mais a chance de uma função do tipo ver a luz do dia. "Estamos trabalhando em um botão de editar", diz o tuíte.

LEIA ABAIXO: Mais privacidade? Saiba como dificultar a localização de seu perfil no Twitter

Últimas