Tecnologia e Ciência Elon Musk já considera pagar menos se Twitter não der garantias sobre contas falsas

Elon Musk já considera pagar menos se Twitter não der garantias sobre contas falsas

Bilionário diz suspeitar que robôs representam pelo menos 20% dos usuários ativos na rede social

Reuters
Elon Musk diz que não pode avançar com a compra do Twitter

Elon Musk diz que não pode avançar com a compra do Twitter

Jim Watson/AFP - 14.3.2022

Elon Musk disse nesta terça-feira (17) que sua oferta de 44 bilhões de dólares não avançará até que o Twitter mostre provas de que as contas de robôs/spam respondem por menos de 5% do total de usuários ativos. A afirmação vem horas depois de o bilionário sugerir que ele poderia buscar um preço mais baixo para a empresa.

"Minha oferta foi baseada na precisão dos registros da SEC do Twitter. Ontem (16), o CEO do Twitter se recusou publicamente a mostrar provas dos 5% [de contas falsas]. Este acordo não pode avançar até que ele o faça", disse Musk em um tuíte.

Depois de suspender sua oferta na semana passada, para aguardar informações sobre contas falsas, Musk disse suspeitar que elas representam pelo menos 20% dos usuários — em comparação com as estimativas oficiais do Twitter de 5%.

"Você não pode pagar o mesmo preço por algo que é muito pior do que eles alegaram", afirmou ele na conferência All-In Summit 2022, em Miami, na segunda-feira (16).

Questionado no evento se o acordo com o Twitter é viável a um preço diferente, Musk respondeu: "Quero dizer, não está fora de questão. Quanto mais perguntas eu faço, mais minhas preocupações crescem".

"Eles alegam que têm essa metodologia complexa que só eles podem entender... Não pode ser algum mistério profundo que é mais complexo do que a alma humana ou algo assim."

As ações do Twitter caíram mais de 8% na segunda-feira (16), fechando a US$ 37,39, abaixo do nível em que estavam no dia anterior ao que Musk revelou sua proposta de compra do Twitter, no início de abril, o que semeou dúvidas sobre se o empresário bilionário prosseguiria com sua aquisição pelo preço acordado.

O presidente-executivo do Twitter, Parag Agrawal, tuitou na segunda-feira (16) que as estimativas internas de contas falsas na plataforma de mídia social nos últimos quatro trimestres foram "bem abaixo de 5%".

A estimativa do Twitter, que permanece a mesma desde 2013, não pode ser reproduzida externamente, dada a necessidade de usar informações públicas e privadas para determinar se uma conta é falsa, disse Agrawal.

Musk respondeu à defesa de Agrawal da metodologia com um emoji de cocô. "Então, como os anunciantes sabem o que estão ganhando com seu dinheiro? Isso é fundamental para a saúde financeira do Twitter", escreveu ele.

Pesquisadores independentes estimam que de 9% a 15% dos milhões de perfis do Twitter sejam robôs. Robôs  de spam ou contas falsas são projetados para manipular ou aumentar artificialmente a atividade em plataformas de mídia social como o Twitter.

Últimas