Tecnologia e Ciência Emma Haruka Iwao bate recorde e calcula 31 trilhões de dígitos do Pi

Emma Haruka Iwao bate recorde e calcula 31 trilhões de dígitos do Pi

Funcionária do Google chegou a um resultado nunca antes alcançado da constante matemática conhecida pelo número 3,14

Número Pi

Emma Haruka Iwao quebrou o recorde mundial do número Pi

Emma Haruka Iwao quebrou o recorde mundial do número Pi

Reprodução YouTube/Google

A funcionária do Google Emma Haruka Iwao alcançou um feito inédito ao calcular 31,4 trilhões de dígitos da constante matemática Pi. A notícia foi publicada no Dia do Pi, celebrado neste 14 de março.

Emma utilizou potentes computadores por 121 dias para chegar ao resultado que exigiu 170 Terabytes de dados. Segundo o Google essa seria a mesma quantidade de informação armazenada pela biblioteca do Congresso dos EUA.

O novo recorde superou os cálculos de Peter Trueb que havia alcançado 22,4 trilhões de dígitos do número Pi, em 2019.

Qualquer pessoa pode calcular o número Pi em casa, basta dividir do perímetro de um círculo pelo seu diâmetro. Independentemente, do tamanho da circunferência o resultado sempre será 3,14 seguido de uma sequência infinita de números.

Em geral, os exercícios de nível básico não precisam ser tão precisos e duas casas depois da virgula são suficientes.

"Quanto mais casas depois da virgula, mais preciso será o resultado de uma conta. Porém, é comum os estudantes chegarem a um resultado em função de Pi e que não precisa ter o valor numérico expresso", diz o matemático Daniel Ferretto, do canal no YouTube Professor Ferretto.

Veja também:

Dia do Pi: conheça as curiosidades e as tradições que marcam a data