Tecnologia e Ciência Entenda por que o emoji 'OK' entrou na lista de símbolo de ódio nos EUA

Entenda por que o emoji 'OK' entrou na lista de símbolo de ódio nos EUA

Ícone geralmente usado em redes sociais para algo positivo ganhou um novo significado para ser um símbolo de grupos extremistas

Emoji OK é usado por grupos extremistas

Símbolo é usado para representar grupos de supremacia branca

Símbolo é usado para representar grupos de supremacia branca

Reprodução/ Emojipedia

O emoji famoso que simboliza um sinal de Ok entrou para lista de símbolos de ódio nos EUA, após ser um gesto associado à supremacia branca. Segundo a Liga Antidifamação (ADL sigla em inglês), organização norte-americana que monitora crimes de ódio, o gesto está sendo usados por extremistas como representação do poder branco.

O significado alternativo para o emoji teria começado em 2017, em um trote criado por integrantes do fórum on-line 4Chan. Inicialmente, era uma ‘brincadeira’ para ridicularizar repórteres. A ideia era convencer que o ícone de "Ok" era um "símbolo de supremacia branca".

Os usuários do fórum explicavam que os três dedos retos representavam a letra W, uma referência a white (branco, em inglês) e o indicador fechado a letra P de power (poder, em inglês). Portanto o simbolo significaria "poder branco".

A trolagem foi tão bem-feita que o uso do símbolo Ok começou a ser usado por grupos extremistas.

O homem acusado de matar 51 pessoas em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, no início deste ano, fez o símbolo enquanto estava no tribunal.
A ADL, garante que o símbolo Ok ainda é visto com um sinal para confirmar que está tudo bem.