Tecnologia e Ciência Filtros em selfies podem não ajudar a ganhar likes no Instagram

Filtros em selfies podem não ajudar a ganhar likes no Instagram

Estudo mostra que cenas do cotidiano, como hobbies, trabalho e relacionamentos são mais eficientes para aumentar engajamento

Filtro nas selfies do Instagram não aumentam likes

oram avaliadas 1.873 selfies dos mais diversos estilos

oram avaliadas 1.873 selfies dos mais diversos estilos

Arquivo/Pixabay

Estudo realizado pela Universidade de Rowan, nos EUA, aponta que os famosos filtros do Instagram podem não ajudar os usuários a aumentar o número de likes.

O autor do estudo, Dr. Seoyeon Hong, afirma que o uso excessivo de filtros pode causar desconforto no seguidor por tornar a imagem perfeita demais e longe da realidade.

"Estudos que trabalham na área de autoapresentação mostram que esforço excessivo em mostrar para os outro apenas sua imagem positiva e individual pode evitar com que a outra pessoa interaja com a publicação", afirma Dr. Seoyeon.

Foram avaliadas 1.873 selfies dos mais diversos estilos e as conclusões foram tiradas a partir das mais curtidas. A intenção era ver se existia um padrão de sucesso no que as pessoas mais gostavam de engajar.

Os resultados sugerem que quem posta a selfie, muitas vezes não recebe o resultado que pretende. As fotos apenas com a cara da pessoa tiveram um resultado muito inferior a outros temas, como trabalho, hobbies e relacionamentos. A chance de compartilhar um pouco da vida de forma natural e bombar na rede social é bem maior.

"Os resultados indicam que selfies que contém informações adicionais, como identidade profissional, saúde, tarefas pessoais pode gerar um passo a mais para o engajamento com outros usuários nas redes. Isso se dá pois a selfie é apenas uma representação do indivíduo, e informações extras criam vínculos ou desejo", afirma o pesquisador.

Veja também: 

Whatsapp: veja 7 dicas para não cair no golpe do falso empréstimo