Tecnologia e Ciência Golpe de WhatsApp promete emprego para roubar dados

Golpe de WhatsApp promete emprego para roubar dados

Link falso que circula em grupo do aplicativo encaminha a vítima para suposta página de um processo seletivo para uma vaga no SAMU

Golpe no WhatsApp

Golpe do emprego no Samu fez 6 mil vítimas

Golpe do emprego no Samu fez 6 mil vítimas

Pixabay

O início do ano é um período no qual muitas pessoas estão procurando emprego. Aproveitando esse momento de predisposição para encotrar novas oportunidades, cibercriminosos estão enviando pelo WhatsApp links falsos de anúncios de vagas.

Um link falso está circulando em conversas e grupos do aplicativo com o anúncio para trabalhar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. Segundo a ESET, empresa especializada em segurança digital, cerca de 6 mil pessoas caíram no golpe.

Mensagem com link falso é compartilhado pelo WhatsApp

Mensagem com link falso é compartilhado pelo WhatsApp

Reprodução - ESET

O texto afirma que é para início imediato e a remuneração inicial da vaga seria de até R$ 3.438,21. Para participar do processo seletivo, a pessoa deve clicar no link recebido junto com a mensagem.

Em seguida, o usuário é encaminhado para uma página falsa para informar alguns dados pessoais. Ao final do cadastro, a pessoa deve encaminhar a mensagem para outros 10 usuários e então ter o direito de encaminha o currículo.

Na tentativa de dar mais credibilidade ao golpe uma imagem que simula comentários de usuários nas redes sociais é exibida. Segundo a montagem, um post sobre a vaga teria recebido mais de 52 mil comentários.

Falsos comentários em redes sociais são usados para convencer a vítima

Falsos comentários em redes sociais são usados para convencer a vítima

Reprodução - ESET

Para evitar cair em golpes do WhatsApp, não clique em link que oferecem, brindes, descontos ou vantagens exageradas. Busque confirmar as informações no site oficial da empresa ou no perfil verificado de alguma rede social. Por último, ao identificar uma situação de risco, não compartilhe a mensagem com outras pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, para saber sobre possíveis editais do SAMU, é necessário procurar a secretaria de Saúde municipal. E afirma que é um boato a informação sobre contratações de forma emergencial profissionais sem experiência pelo SAMU. 

Um número de WhatsApp foi disponibilizado para que a população confirme as informações contidas em mensagens que circulam pelo aplicativo.

Leia também:

Fuja de golpes no WhatsApp! Saiba os sinais de uma mensagem falsa