iPhone 11: conheça todos os detalhes do lançamento da Apple

Aparelho conta com novo sistema de câmeras e chip que promete ser o mais rápido em um smartphone, e será lançado dia 20

Novo aparelho conta com novas cores, como roxo, popular entre grandes empresas

Novo aparelho conta com novas cores, como roxo, popular entre grandes empresas

Reprodução/ Apple

Em seu evento anual no Steve Jobs Theatre, em Cupertino (Califórnia), a Apple apresentou neste dia 10 o novo iPhone. Chamado simplesmente de 11, o aparelho possui um conjunto evoluído de câmeras. Evoluído a ponto de aparecer: as câmeras possuem uma protuberância, que se destacam da carcaça do aparelho.

O iPhone 11 conta com uma tela Retina de 6.1 polegadas, descrita como "a mais resistente de todos os tempos em um smartphone", segundo a empresa. Além disso, o aparelho possui compatibilidade com o sistema de som Dolby Atmos.

As duas câmeras de 12MP do aparelho contam com funções como Modo Noturno, Retrato e Ultra Wide, com zoom ótico de 2x, que captura muito mais detalhes da imagem. Tudo isso iluminado por um flash 36% mais brilhante.

Além de fotografar, ela faz vídeos muito bem: em 4K, 60 frames por segundo, com funções slow motion e timelapse. Segundo a empresa, os vídeos com mais qualidade já feitos por um smartphone são desse aparelho.

Câmera fronta conta com slow motion

Câmera fronta conta com slow motion

Reprodução/ Apple

A câmera frontal terá poderes similares. Com 12MP e sensores de direção que capturam rostos evitando distorção e fazendo selfies com ângulos wide, o que a empresa aposta que será uma tendência.

Os vídeos frontais também são feitos em 4K e 60 frames, além de um sistema de slow motion chamado "slofies", o que também é inédito e aparenta ser outra possível tendência incentivada pela empresa.

Empresa também lançará modelos 11 Pro e 11 Pro Max

Empresa também lançará modelos 11 Pro e 11 Pro Max

Reprodução/ Apple

A empresa reservou um tempo para falar de seu novo chip A13 Bionic, descrito como o "melhor a CPU e GPU em um smartphone", o que contribui para uma bateria que dura 1 hora a mais que o iPhone XR.

O iPhone 11 estará disponível para pré-venda no próximo dia 13, com entrega programada para 20 de setembro, por US$ 699, um valor menor que os US$ 749 iniciais do iPhone XR, seu equivalente na geração anterior e descrito como o "iPhone mais popular do mundo".

Modelos Pro

Além do do iPhone 11, a Apple mostrou os modelos 11 Pro e 11 Pro Max, suas versões mais poderosas e maiores. Eles são sucessores do iPhone XS e iPhone XS Max, lançados ano passado.

A grande diferença está na traseira: seu sistema com três câmeras — além de quatro novas cores, verde, cinza espacial, prata e ouro. Ao contrário do modelo 11, de LCD, os modelos Pro possuem OLED, numa tela chamada pela empresa de Super Retina XDR.

Apple Apple

Apple Apple

Reprodução/ Apple

Os modelos contarão com os novos chips A13 e um novo sistema de aprendizado de máquina, o que deve personalizar muitos dos serviços do aparelho.

A empresa promete autonomia de bateria 4 horas melhor que os modelos XS do ano passado, e 5h a mais na comparação entre o 11 Pro Max e o XS Max, ambos do ano passado.

As câmeras possuem lentes de 12MP com campo de visão de 120°, mas ainda assim o mais importante parece estar no software. A ideia da empresa, obviamente, é superar os pesos-pesados que rodam Android, como a linha Pixel, Samsung e aparelhos da Huawei.

Por exemplo: o recurso Deep Fusion captura um total de nove imagens (inclusive, uma de longa exposição) para combiná-las num resultado "com menos ruído".

Fora da Guerra Fria das câmeras, o modelo Pro terá carregador rápido (18W) incluso na caixa.

O preço inicial do iPhone 11 Pro é US$ 999 e do 11 Pro Max é US$ 1099. Assim como o modelo 11, a pré-venda começa na próxima sexta (13), com entregas programadas para dia 20.