Tecnologia e Ciência Israel aposta em empreendedores na área de tecnologia

Israel aposta em empreendedores na área de tecnologia

Concurso Start Jerusalem 2018 busca integrar startups de outros países a projetos israelenses aplicados à área da saúde, biomedicina e ciências da vida

Israel aposta em empreendedores na área de tecnologia

Universidade Hebraica de Jerusalém tem empresa de transferência de tecnologia

Universidade Hebraica de Jerusalém tem empresa de transferência de tecnologia

Wiki Commons

Com um território geograficamente pequeno, Israel aposta na área do desenvolvimento de tecnologias para ganhar mercado no mundo. A estratégia incrementa o setor de serviços e comércio, que já representa mais de 65% do PIB israelense.

Neste domingo (11), em Jerusalém, o governo israelense realiza a fase final da Start Jerusalem 2018, concurso alinhado à estratégia de investimento em pesquisa e empreendedorismo na área de ciência e tecnologia.

A edição deste ano foi direcionada a startups de tecnologia aplicada à área da saúde, biomedicina e ciências da vida.

O concurso teve como participantes CEOs entre 24 e 35 anos de idade de startups de vários países. Os vencedores são convidados a participar de uma semana de apresentações das principais descobertas neste setor por empresas e instituições de ensino israelenses. 

Com isto, jovens empreendedores têm a chance de se apresentar como um parceiro comercial e estabelecer parcerias para a troca de tecnologias.

Palestras com empresários e pesquisadores

Entre as atividades, haverá palestras de profissionais com experiência tanto em empresas quanto no meio acadêmico.

No domingo, em Jerusalém, o presidente e CEO da Yissum (empresa de transferência de tecnologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, que é publica), Yaron Danieli, falará sobre a integração entre os setores público e privado.

Outros temas serão apresentados por especialistas durante a semana, como a mudança nos cuidados de saúde usando inteligência artificial (com Yotam Drechsler, professor e co-fundador da BrainQ); formas de impressão 3D e Funcional da Universidade Hebraica (com Michael Layani, que coordena o setor).

Tambem serão tema de debate as inovações a partir da união da Medicina, Finanças e Engenharia com Yaakov "Koby" Nahmias, empreendedor em série e bioengenheiro. Presidentes de empresas privadas israelenses tambem irão falar sobre as perspectivas e avanços em seus setores.

* O jornalista viaja a convite do Ministerio das Relações Exteriores de Israel

    Access log